Embora ainda sejam consideradas como o sexo frágil, as mulheres lutam a cada dia mais por sua independência e igualdade de direitos com os homens. Donas de sentimentos aflorados e de tensões típicas de seus períodos menstruais, embora seus direitos tenham evoluídos e as mesmas já ocupam cargos importantíssimos em diversos setores, elas continuam lidando com alguns tabus e incertezas, típicas de sua feminilidade.

Uma das maiores dúvidas é a respeito de seu período fértil, bem como dos riscos de manter relações sexuais quando se está menstruada. Foi pensando nisso, que abordaremos o tema menstruação e vida sexual [VIDEO], visando esclarecer algumas dúvidas sobre esse assunto.

Há risco de engravidar caso mantenha relações sexuais no período em que se está menstruada?

De acordo com a sexóloga e life-coach Lelah Monteiro, a principal preocupação e questionamento da maioria das mulheres a quem ela já atendeu e prestou consultoria é a respeito dos riscos de se engravidar, caso mantenham relações sexuais com seus parceiros quando estão menstruadas.

A pergunta, que é praticamente unanimidade entre as mulheres, tem como resposta, sim, porém o risco é mínimo, devido ao fato de que todo ciclo menstrual tem uma 'contagem' que, algumas das vezes, pode ser falha ou até mesmo a mulher em questão, durante aquele mês, ter sofrido alguma alteração em seu organismo.

Pensando no risco de uma gravidez indesejada que a sexóloga Lelah Monteiro e os demais ginecologistas recomendam sempre que o casal adote métodos contraceptivos durante as relações sexuais.

Dentre os métodos mais eficazes e indicados, estão o uso do preservativo masculino e feminino, seguido pelas injeções e pílulas anticoncepcionais, estas tomadas ao longo de 21 dias por parte das mulheres.

Existe algum problema para a saúde do casal, caso optem por manter relações sexuais durante o período menstrual?

Segundo a especialista em sexologia, não existem riscos para a saúde do casal, caso venham a se relacionar sexualmente quando a parceira estiver menstruada, porém é inevitável que a mulher sinta um pequeno ou grande desconforto durante o ato sexual.

Embora os riscos de engravidar sejam reduzidos nesse período, a utilização de preservativo é totalmente indicada, pois a mesma proporciona riscos menores de exposição, diminuindo consideravelmente a chance de se contrair ou transmitir alguma doença sexualmente transmissível.