Existem muitas informações disponibilizadas sobre problemas mais íntimos, como disfunção erétil e ejaculação precoce. Porém, esses problemas são exclusivos do homem, e raras vezes se abordam os problemas mais íntimos das mulheres.

No entanto, existe uma condição que afeta uma em cada cinco mulheres em algum ponto de sua vida íntima, e que resulta na reunia de seu desejo. O nome dessa condição é dispareunia, e a maioria das pessoas nem nunca ouviu falar sobre isso, apesar de ser uma das maiores queixas das mulheres e um dos principais motivos para elas não quererem relações íntimas. [VIDEO]

O que é a dispareunia

A dispareunia é um termo médico genérico para dor intensa que ocorre na relação íntima ou logo após o ato.

É uma queixa muito mais comum nas mulheres, mas que também pode acontecer com os homens [VIDEO]. Muitas mulheres relatam dor ocasional, mas algumas têm muitas dores em todas as relações.

A dor costuma ser simultaneamente física e psicológica. Esta é uma condição médica comum que afeta cerca de uma em cada cinco mulheres em algum ponto das suas vidas e é a segunda queixa mais comum de problemas íntimos em ginecologistas, ficando atrás apenas da falta de desejo pelo parceiro.

Quando a dor é ocasional pode ser causada por um outro motivo. No entanto, quando é frequente, pode ser mesmo causado por dispareunia. A boa notícia é que após a doença ser diagnosticada, ela tem tratamento e os sintomas podem ser controlados. O maior problema é mesmo que, por ser uma condição tão íntima, são muitas as mulheres que preferem nem falar sobre isso.

Elas acabam escondendo o problema por sentirem vergonha de abrirem sobre o problema com o médico. Os sintomas incluem:

1 - Dor somente na penetração inicial, durante as relações;

2 - Dores com cada penetração, mesmo que se coloque um tampão;

3 - Dor após o ato (mesmo que não tenha dor durante a relação);

4 - Dor profunda durante a relação;

5 - Ardor;

6 - Dor latejante, horas duradouras após a relação íntima;

O que causa a dispareunia?

Apesar do problema poder apontar para fatores físicos, a verdade é que essa condição também afeta o lado emocional da Mulher e pode até ser essa a sua causa. A doença tanto pode ser causada por fatores físicos como emocionais.

As dores podem ser causadas por infeção, ou por uma lubrificação insuficiente, quando a mulher não está predisposta para o ato. Os problemas psicológicos, como depressão e estresse, também podem desempenhar um papel nessas dores mais íntimas, que ocorrem durante as relações.

Como aliviar os sintomas da dispareunia?

Quando o problema é físico, ele pode ficar resolvido somente com um aumento da lubrificação da zona íntima, seja com produtos ou de uma forma mais natural, com preliminares antes da relação. No entanto, o aconselhamento ou terapia também pode ser recomendado se a dor for causada por fatores emocionais. Mulheres que foram estupradas ou abusadas podem sofrer de dispareunia e, nesse caso, recomendar-se-ia aconselhamento.