Susana Vieira [VIDEO] é de longe uma das maiores atrizes da teledramaturgia brasileira, talvez a estrela maior. Há décadas compondo o principal corpo artístico da Rede Globo [VIDEO], sendo sempre protagonista nas novelas, ela se tornou uma das mulheres mais influentes do país.

Além de ótima profissional, ela ainda é dona de um alto astral completamente contagiante. A musa, que se encontra com 75 anos, sendo mais de 50 deles dedicados à carreira, deu um tremendo susto em sua legião de fãs Brasil afora, após o anúncio de sua internação às pressas, na tarde do último domingo (17), após se sentir mal durante uma viagem de volta dos Estados Unidos.

Ela teve de ser internada em um CTI (Centro de Terapia Intensiva).

A atriz, que estava passando um curto período de férias em Miami na companhia do filho, Otávio Vieira, retornou para o Brasil no domingo e, devido a uma extensa demora no tempo de voo, começou a se sentir mal quando ainda estava dentro do avião. Ao chegar ao aeroporto do rio de Janeiro, foi encaminhada às pressas para o hospital. Susana Vieira foi diagnosticada com um quadro de tromboembolismo venoso e imediatamente hospitalizada.

Causada principalmente pelo sedentarismo e má alimentação, a trombose que acometeu a perna de Susana pode se dar por diversos fatores, tais como: obesidade mórbida, ausência de atividade física regular, excesso de nicotina, além de ingestão de bebidas alcoólicas.

Surgindo como uma doença silenciosa, o tromboembolismo, popularmente conhecido como trombose, se deriva de uma série de fatores de risco à saúde.

Explicando melhor sobre o que leva uma pessoa a um quadro parecido com o da atriz Susana Vieira, o presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, Ivanésio Merlo Leite, listou algumas das principais causas da doença. Confira algumas formas de evitar a trombose:

Beba água mesmo sem ter sede

Tome pelo menos 2 litros d'água diariamente, não espere ter sede para beber água.

Controle seu peso na balança o mais regular possível

Mantenha o peso ideal para sua altura e idade (IMD). O sobrepeso é um grande vilão e colabora diretamente para o diagnóstico da doença.

Faça atividade física com frequência

Sedentários têm muito mais chances de desenvolver trombose. Pratique atividade física.

Não exagere nas bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas ajudam a coagular o sangue. Evite ingeri-las antes de longas viagens

Mulheres: cuidado com o excesso de hormônios

Os hormônios femininos embutidos nos remédios anticoncepcionais podem favorecer a ocorrência de trombose. Só tome remédios sob orientação de um(a) profissional credenciado(a).

Evite a nicotina

O cigarro afeta diretamente a circulação sanguínea, aumentando drasticamente as chances de se desenvolver uma trombose.