A chegada de uma criança em um lar é, certamente, uma das maiores alegrias de pais e mães por todo o Brasil. Não é apenas na semana do nascimento que a ansiedade está enorme, mas durante toda a gestação existe uma grande expectativa sobre como será o rostinho do bebê, se os olhos irão ser parecidos com os do pai ou o da mãe, e uma série de outras alegrias e dúvidas que pairam a maternidade e a paternidade.

Na chegada do pequeno novo membro da família, é muito comum que a mamãe receba muitas visitas. São os familiares, os amigos próximos, os colegas de trabalho, vizinhos, todos querem dar um abraço na família e ver o novo motivo da felicidades.

Nessas visitas, um hábito que parece extremamente carinhoso e motivo de felicidade pode causar problemas seríssimos para a vida do bebê. Estamos falando do beijo [VIDEO]. Inocente na forma e singelo no objetivo, o beijo pode causar problemas variáveis para a vida do bebê e até mesmo levar ele à morte.

História choca e chama muito a atenção

Uma família inglesa estava extremamente feliz com a chegada do mais novo súdito da rainha e membro da família Haynes, mas toda a alegria e felicidade deu lugar a muita preocupação e culpa, quando o pequeno Gunnes foi diagnosticado com meningite, e a forma de transmissão foi quase que certamente através de um beijo inocente. A mãe do bebê diz que nunca esperou que o beijo pudesse causar um dano tão grande e que seu filho pudesse se aproximar da morte de forma tão inesperada.

O que ocorre com um beijo "contaminado"

Um beijo pode levar a uma série de doenças. Mas porque isso não acontece com adultos que por vezes beijam tanto? A resposta é que o beijo no recém nascido é perigoso pois o bebê está com seu sistema de defesa ainda sem preparo para combater problemas de Saúde que podem ocorrer em potencial. Uma das doenças que são mais graves e merecem preocupação é a meningite, uma doença que acomete o sistema nervoso central da criança, causado pela inflamação das meninges. A meningite pode ser transmitida por via respiratória, gotículas de saliva por exemplo. [VIDEO] Pode ser viral, a causa mais comum ou bacteriana, causa mais grave que causa mais sintomas e que pode levar à sequelas mais sérias como cegueira, surdez e dano no sistema nervoso central como dificuldade de aprendizagem e retardo mental.

O diagnóstico é feito através do exame do líquor, que deve ser colhido sempre que exista suspeita de meningite em qualquer criança, seja ela recém nascido ou não.