Funcionários da Saúde no Brasil dizem que houve um aumento considerável nos casos de febre amarela no país. A maioria das ocorrências foi relatada em áreas rurais do estado de Minas Gerais, segundo um comunicado do Ministério da Saúde.

O governo enviou dois milhões de doses das vacinas contra a febre amarela para o estado. O estado de Minas Gerais no sudeste do Brasil declarou uma emergência de saúde pública por 180 dias após um surto mortal de febre amarela. Pelo menos 15 pessoas morreram desde dezembro na localidade.

Publicidade

Muitas áreas, incluindo a capital do estado Belo Horizonte, foram afetadas.

Um programa de vacinação em massa está em vigor em três estados do sul. As filas formaram clínicas externas no Rio e São Paulo, em meio a preocupações de que as vacinas pudessem se esgotar. Na vizinha Argentina também foram registradas longas filas para a vacina na capital Buenos Aires e outras cidades, à medida que milhares de turistas em perspectiva se preparam para viajar ao Brasil para o carnaval.

Na última terça-feira (16), a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendou que os viajantes do estado de São Paulo recebessem uma vacina contra a Febre Amarela antes de visitar qualquer ponto no país.

Minas Gerais tem sido o estado brasileiro mais atingido. No ano de 2017 até o mês de junho 475 casos foram confirmados no estado e 162 pessoas morreram.

A emergência da saúde estará em vigor em seis meses e permitirá às autoridades locais encomendar serviços especiais e comprar materiais de emergência.

O que é febre amarela?

  • Causada por um vírus que é transmitido aos seres humanos por mosquitos;
  • Difícil de diagnosticar e muitas vezes confunde-se com outras doenças ou febres;
  • A maioria das pessoas se recupera após a primeira fase da infecção que geralmente envolve febre, dor muscular e dor nas costas, dor de cabeça, arrepios, perda de apetite e náuseas ou vômitos;
  • Cerca de 15% das pessoas enfrentam uma segunda fase mais grave, envolvendo febre alta, icterícia, sangramento e deterioração da função renal;
  • Metade daqueles que entram na fase "tóxica" geralmente morrem dentro de 10 a 14 dias;

O conselho da OMS é para todos os viajantes a São Paulo para obter uma vacinação pelo menos 10 dias antes de viajar e tomar medidas para evitar picadas de mosquito.

Publicidade

O Ministro da Saúde do Brasil, Antonio Nardi, respondeu dizendo que a maioria das pessoas que frequentarão as celebrações do carnaval no Brasil em fevereiro estão seguras. Uma vez que as festividades são realizadas em grandes cidades e não nas áreas rurais e florestais que acumulam o maior aumento nos casos de febre amarela.

O Sr. Nardi ainda disse que as autoridades estaduais de São Paulo acelerariam sua campanha de vacinação com o objetivo de vacinar a metade da população do estado até o final de fevereiro.