Dieneke Ferguson foi diagnosticada com câncer no sangue em 2007, ano a que se seguiu uma prolongada luta, mas sem sucesso. No entanto, a mulher é agora notícia, depois de ter conseguido fazer com que a doença parasse de se desenvolver, após ter adicionado esse simples alimento [VIDEO] em sua dieta. Ela está agora levando uma vida normal, depois de ter desistido de fazer os tratamentos extenuantes que fez durante anos, mas sem conseguir resultados. Dieneke estava cansada de uma luta que acreditava, cada vez mais, que não estava dando resultados.

No entanto, tudo mudou quando ela começou a consumir açafrão diariamente. O condimento, utilizado na cozinha, mudou sua vida e parece que foi essa a cura do seu câncer.

No momento, os médicos garantem que esse é o primeiro caso de um paciente que se recupera, após ter parado os tratamentos médicos convencionais, mas eles não podem ainda garantir que a cura se deve a utilização do açafrão.

Viu a 'receita' na Internet

Dieneke viu seu câncer se espalhar rapidamente, mesmo com as sessões de quimioterapia [VIDEO] se sucedendo. Ela fez três sessões do rigoroso tratamento e foi submetida a quatro transplantes de células estaminais, mas sempre sem sucesso. Por isso, ela desistiu de fazer esses tratamentos e viu essa receita caseira na internet, em 2011. Ela leu que o açafrão poderia ser sua cura e decidiu tentar sua chance.

No entanto, Dieneke precisava ingerir uma quantidade grande da substância e descobriu que existiam pílulas de curcumina, que são feitos de açafrão, mas que tornavam mais fácil sua ingestão.

Ela começou, então, a tomar essa substância todos os dias e, atualmente, e sem fazer qualquer tratamento adicional, quase não tem células cancerosas e foi declarada, pelos médicos, curada. Apesar disso, ela continua tomando o açafrão.

Curcumina está sendo muito estudada

Médicos de Londres que trataram Dieneke escreveram no British Medical Journal Case Reports que esse é o primeiro caso conhecido da curcumina (feita de açafrão) ter curado alguém, quando substituída aos tratamentos convencionais. Os especialistas, liderados pelo médico Abbas Zaidi, disseram que alguns pacientes com mieloma tomaram suplementos dietéticos juntamente com o tratamento convencional, mas essa foi a primeira vez que alguém se tratou e curou unicamente com isso.

"Na ausência de outro tratamento, a paciente se estabilizou e permaneceu estável nos últimos cinco anos com boa qualidade de vida", declararam os médicos. Mas, será que ela descobriu a cura desse câncer?

A verdade é que já há muito tempo que vem se estudando a possibilidade de a substância curcumina ter esses efeitos na luta contra o câncer, mesmo esse podendo ser o primeiro caso confirmado de sucesso. No entanto, já foram feitos mais de 50 estudos que sugerem que esse tempero pode proteger contra vários tipos de câncer, bem como a doença de Alzheimer, doença cardíaca e depressão. No entanto, a curcumina ainda não é recomendada porque nunca foi testada em ensaios em grande escala.