Atualmente, as vacinas são o meio mais seguro e eficaz de proteção contra doenças infecciosas. Elas são produzidas a partir de formas enfraquecidas do próprio micro-organismo ou de suas toxinas. Porém, nos últimos meses, tem se tornado mais visível os efeitos adversos de certas vacinas, como tétano, coqueluche,e, mais recentemente, a febre amarela [VIDEO]. Tais efeitos variam entre febre e dores de cabeça, porém, em casos extremos, leva ao óbito.

Como as vacinas funcionam

Após a aplicação da forma enfraquecida do micro-organismo causador da doença, as defesas do organismo entram em ação, combatendo e gerando anticorpos, ativando a memória imunológica.

Se, no futuro, o mesmo agente atacar o organismo, os anticorpos produzidos pela vacina vão destruí-lo.

Mitos sobre a vacina

  • Vacina da gripe causa gripe.

A vacina da gripe usa o vírus "morto" em sua composição, por isso, não é possível que cause a contaminação. Porém, se a pessoa vacinada já estiver portando o vírus da gripe, vai desenvolver a doença.

  • Gestantes não devem tomar vacinas.

Algumas vacinas, como a da gripe, hepatite B e tétano são indicadas principalmente para gestantes, para proteção delas e dos bebês, que continuam imunizados após o nascimento. Outras vacinas inativas devem ser indicadas e avaliadas por um médio considerando cada caso, pois algumas são contraindicadas.

Macacos transmitem a febre amarela?

Não. Assim como os seres humanos, os macacos são vítimas da doença e não são responsáveis pela transmissão.

Mas, eles servem como indicadores da doença, pois como são os principais hospedeiros e não podem ser vacinados, servem de aviso sobre onde há maior risco de contaminação. Como muitas pessoas ainda não têm acesso a esse tipo de informação, principalmente no meio rural, elas acabam muitas vezes matando esses animais por estarem infectados.

O principal transmissor da Febre Amarela é o mosquito, popularmente conhecido como mosquito da dengue (no meio urbano) e pelo mosquito Haemagogus no ciclo silvestre.

Sua transmissão é feita através da picada do inseto. A febre amarela é uma doença infecciosa grave e geralmente no início da doença não chega a apresentar sintomas, e se apresentam, são muito fracos. Os primeiros sintomas graves aparecem repentinamente: febre alta, vômito, calafrios, dores, cansaço por cerca de dois ou três dias. A forma mais grave da infecção costuma aparecer após um curto período de bem-estar, quando muita vezes ocorre insuficiências renais e hepáticas, hemorragia e cansaço interno.

A melhor forma de prevenção é a vacinação, mas deve-se observar se possui alergia a algum dos componentes da vacina. Outras formas de se prevenir é o uso de repelentes, telas nas janelas e, principal, evitar acúmulo de água parada.