Apesar da maioria da população não saber, há uma lei em vigor desde 2006 (Lei Nº 1.343 ) que prevê a possibilidade de autorização para pesquisa e produção de medicamentos [VIDEO] à base de THC (tetra-hidrocanabinol, princípio ativo mais potente da planta ) e a CBD (canabidiol), que possui diversas possibilidades terapêuticas. Como a Legalização (ou pelo menos a descriminalização) já é realidade em muitos países, inclusive vizinhos (Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Uruguai, entre outros), já está mais que na hora de chegar a vez do Brasil.

Há diversas pesquisas em diversos países que apontam a todo instante um efeito benéfico da maconha, tanto sativa (predominantemente mental) quanto índica (predominantemente físico ).

Aqui estão 10 (há inúmeros) benefícios à saúde.

Benefícios da maconha

1) Glaucoma - O glaucoma faz a pressão do olho aumentar, o que pode acarretar a perda de visão. Estudos comprovam os efeitos transitórios do THC na redução da pressão interna do olho.

2) Inflamação - Pesquisas recentes mostram que a cannabis tem efeito anti-inflamatório, ajudando a combater diversas doenças.

3) Esclerose múltipla (EM) - Testes em laboratórios demonstraram os efeitos benéficos do THC na redução de espasmos em pacientes com EM.

4) Epilepsia - Os resultados apontam que o CBD (canabidiol), além de segura, reduz a frequência das crises epilépticas.

5) Câncer - Estudos recentes mostraram que o THC é capaz de causar apoptose (morte celular programada) em células cancerígenas. Uma pesquisa em pacientes terminais mostraram que a injeção de THC nos tumores aumentavam em até um ano a expectativa de vida.

Os melhores vídeos do dia

6) Náusea e vômito - Um dos primeiros movimentos clínicos envolvendo o THC, a cannabis vem sendo usada no tratamento da quimioterapia do câncer, combatendo alguns dos efeitos colaterais.

7) Convulsões - A maconha é um super relaxante muscular e possui propriedades antiespasmódicas, que têm mostrado ser um tratamento eficiente contra convulsões. Existem hoje em dia diversos casos de pessoas que sofrem de convulsões e que melhoraram através do uso da maconha.

8) Enxaqueca - Desde que foi legalizada na Califórnia (EUA), há mais de 300 mil casos clínicos de enxaqueca curada através de tratamentos à base de maconha.

9) Síndrome de Tourette e TOC- Assim como nas convulsões e esclerose múltipla, a maconha também é capaz de diminuir os tiques na síndrome de Tourette, e os sintomas neurológicos em pessoas com TOC.

10) Alzheimer - Apesar dos dados sobre os efeitos da maconha no cérebro, o Scripps Institute provou, através de pesquisas realizadas em 2006, que o THC encontrado na cannabis é capaz de prevenir o Alzheimer, bloqueando os depósitos no cérebro que causam a doença.

Após todos esses argumentos, será mesmo que a maconha é tão prejudicial á saúde quanto dizem os boatos? Bom, todos citados aqui contém estudos sérios sobre o THC e O CBD, enquanto boatos são apenas boatos.