Os cuidados com a pele para os foliões de blocos carnavalescos nestes dias de Momo foram abordados nessa sexta-feira, dia 9 de fevereiro, pelo apresentador do programa Tribuna, Fábio Papinelli, da Rede Vida de Televisão, com a dermatologista Cintia Guedes Mendonça. Formada em medicina pela Faculdade Santo Amaro (Unisa), ela alertou sobre perigos de expor o corpo ao sol. Recomendou uso de filtro solar [VIDEO] e hidratar a pele tomando água.

Filtro solar protege contra queimaduras

A médica da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) informou sobre o aumento na incidência do câncer de pele. Por isso, alerta os foliões a aplicarem filtro solar, protegendo a derme de queimaduras.

“Usem bastante protetor solar”, orientou Cintia Guedes. Segundo ainda orientou a dermatologista [VIDEO], os produtos de fator 30 são os mais recomendados. A médica estendeu as orientações para as pessoas que pretendem ir às praias ou sítios.

Herpes é transmitida por copos e talheres e beijos

Cintia Mendonça alertou sobre ocorrências de herpes no período. Conforme explicou a especialista da Sociedade de Dermatologia, é comum as pessoas contraírem essa virose cutânea por ser transmitida através de contato direto com a pessoa infectada, compartilhando de copos, talheres e beijos. Conforme salientou, são necessários cuidados com o uso de glitter e purpurina que podem causar dermatites.

SBD orienta chapéus e óculos de sol contra insolações

O site da SBD apresenta algumas informações de como evitar lesões provocadas pelo sol.

Pode-se, por exemplo, usar chapéus, óculos de sol e filtro solar. O produto deve ter no mínimo fator 30, o que endossa a orientação da médica.

Fazer uso de repelente antes de aplicar o filtro solar, bem como proteger o corpo das intempéries do tempo, é aconselhável pela Sociedade de Dermatologia. O filtro solar deve ser reaplicado a cada 2 horas porque o produto pode ser removido pelo suor.

Frutas cítricas podem causar manchas na pele

É de igual importância lavar regiões corpóreas que entraram em contato com o líquido do limão ou outras frutas cítricas. Esse procedimento impede formação de lesões e manchas na pele. Se possível, brincar o Carnaval até às 10 horas ou após as 16, quando o sol está se pondo, e a incidência de raios solares é menor.

Maquiagem das crianças deve ser moderadas

Para as crianças que acompanharão pais, tios ou avós na folia de Momo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia adverte que as fantasias delas devem ser leves, evitando tecidos sintéticos que podem causar alergias.

Coloquem nelas chapéus de abas largas e sapatos confortáveis. Não as deixem molhadas para não contraírem micoses. Use moderadamente a maquiagem e o glitter e produtos de qualidade.