Plantar e colher é sempre uma atividade comum entre as pessoas que moram no interior. Porém, um episódio acabou tornando a colheita não tão comum. O evento aconteceu no Sertão, na cidade de Petrolina, especificamente no núcleo sete do projeto Senador Nilo Coelho, que fica situado na zona rural. O motivo para espanto dos morados dessa região foi que durante a colheita eles perceberam uma fruta com formato estranho. A fruta em questão era uma Manga, com uma configuração que se assemelhava a chifres. Logo abaixo dos chifres, os traços marcavam [VIDEO] bem o que seriam os olhos, nariz e boca

O primeiro a ficar abismado com a forma que tomou [VIDEO]a fruta foi Cristiano Carvalho, de vinte e oito anos, agricultor rural da região.

Foi justamente ele quem teve o primeiro contato com a manga. Ele conta que estava limpando uma árvore, quando tirou um galho do tronco e viu a manga. Ele também disse que na hora que viu pensou que fosse um camaleão, mas refletiu por segundos e percebeu não se tratar do animar.

Cristiano disse que observou direito e tirou o talo para melhorar seu campo de visão, percebeu que era realmente uma manga. O agricultor disse que no mesmo momento resolveu mostrar a um amigo, que também ficou assustado ao ver o formato que a manga tinha. Ele tem mais de quinze anos de experiência no ramo e comenta que nunca viu nada igual antes.

Cristiano decidiu levar a sua colheita bizarra do dia para a comunidade onde morava, para mostrar aos amigos e familiares. A mãe do trabalhador rural ficou espantada ao ver.

A senhora conta que o filho queira guardar a fruta dentro da geladeira, mas não gostou muito da ideia. A neta da mãe do agricultor disse que não entraria mais na cozinha sozinha durante à noite, já que também ficou assustada.

Uma vizinha de Cristiano afirmou que era coisa do outro mundo e que não queira que a fruta entrasse dentro de seu lar. O fato chegou ao conhecimento do engenheiro agrônomo Pedro Xistos, que resolveu visitar a fazenda onde a fruta foi cultivada e colhida. Pedro, depois de analisar o pé de onde a manga de formato assustador veio, fez questão de deixar claro que a fruta era verdadeira, não havia montagem.

Pedro também diz que a má formação é algo comum. Explica ainda que como as frutos que desenvolvem má formação não são comercializadas, acabam não chegando ao conhecimento das pessoas. Ainda segundo o agrônomo, o que pode ter acontecido com a fruta foi um problema na fase inicial da sua formação, talvez algo relacionado a polinização. Por fim, Pedro deixa claro que a fruta, apesar do formato, é comestível.