Muitas pessoas têm adotado a ideia de a maconha (Cannabis sativa) é uma droga pouco ofensiva e que seus efeitos colaterais são quase nulos, mas essa droga realmente tem alguns efeitos colaterais muito preocupantes. Logo após fumar maconha, o corpo passa por diversas mudanças, pois os vasos sanguíneos começam a dilatar, a frequência das batidas do coração aumenta de forma considerável, os olhos ficam em tom avermelhado e a pressão arterial também aumenta muito.

É importante ressaltar que os efeitos colaterais desta droga não se restringem apenas ao corpo, mas também consegue mexer muito com a mente do usuário. Ela vem sendo usada desde os tempos antigos justamente por seus efeitos no corpo e na mente, pois a maconha muda bastante a percepção do usuário, causa euforia e é possível notar uma melhora no humor.

A droga é conhecida entre os jovens por passar a sensação de estar “chapando”, além de abrir o apetite dos usuários. Alguns dos efeitos que a maconha prova de forma imediata é a sensação de estar ansioso, desidratação da boca, mudança de coloração dos olhos, redução da capacidade de controlar o corpo, pois o usuário perde parte da coordenação motora.

Esses são apenas efeitos imediatos e que podem desaparecer caso a substância não volte a ser usada. Porém, caso o uso persista, a droga causa alguns efeitos permanentes. As principais consequências são a diminuição da capacidade cerebral do usuário e a dependência da droga.

Os efeitos da maconha aparecem de forma parecida quando a droga é ingerida ou fumada, mas o tempo em que o usuário precisa para sentir os efeitos é diferente. Se a maconha for fumada, [VIDEO] os efeitos de curto prazo começam a aparecer poucos minutos após o consumo e a duração varia entre duas e oito horas.

Já se a droga for ingerida, os efeitos demoram mais a aparecer (até uma hora) e tem duração parecida.

Intoxicação

Se o consumo da maconha for feito de forma descontrolada, o paciente pode sofrer uma intoxicação pela droga, aumentando os seus efeitos colaterais de forma exponencial. O usuário terá ideias sem sentido algum, passara ater alucinações, mudanças na personalidade também poderão ser notadas, assim como delírios e agitação. Algumas reações violentas também são comuns em usuário que exageram no uso de maconha.

É importante ressaltar que a personalidade do usuário influencia de forma direta nos efeitos da maconha, sendo que pessoas mais agitadas, deprimidas e retraídas têm mais tendência a sofrerem os efeitos colaterais.