Se em algum momento já sentiu uma coceira intensa, odor estranho e forte, ou se deparou com um corrimento esbranquiçado ou de outra coloração, dor ao ter relações sexuais [VIDEO], saiba que estes sintomas são provocados pela infecção em suas partes íntimas. Uma patologia que é mais comum do que as mulheres imaginam. Se deseja saber mais, não perca nenhum detalhe deste artigo.

O uso de alguns medicamentos e a infecção nas partes íntimas

O uso prolongado de alguns medicamentos pode acabar com a sua saúde íntima. Muitas pessoas não sabem, mas os antibióticos elevam as chances de infecção vaginal, enquanto os anti-histamínicos causam secura no órgão.

O inevitável estresse do dia-a-dia

Segundo um estudo realizado por pesquisadores ingleses, mulheres tensas e nervosas possuem uma certa tendência de se depararem com as temidas infecções nas partes íntimas [VIDEO]. Isso ocorre devido ao estresse crônico que debilita o sistema imunológico, que faz com que ocasione o desequilíbrio na flora da região íntima e o fungo candida albicans acaba se multiplicando, entre outros fatores.

Roupa íntima de tecido sintético

É tradicional se deparar com calcinhas de elastano. No entanto, apesar de seus atrativos com beleza e baixo custo, ela poderá lhe trazer alguns malefícios. Isso ocorre porque os tecidos sintéticos podem causar irritação em sua parte íntima e esse tipo de material tira a barreira de defesa do local, o que poderá elevar a probabilidade maior de contrair diversas infecções.

Prefira as de algodão e também dormir sem calcinha para deixar a região respirar.

Absorvente interno e o uso prolongado

Muitas mulheres preferem usar os absorventes internos. No entanto, é necessário alguns cuidados para que não comprometa a saúde. É fundamental que troque o absorvente a cada duas horas, mesmo que o fluxo seja baixo.

Como evitar a infecção nas partes íntimas

Um dos truques para evitar diversas doenças realizar exercícios vaginais, pois apresentam inúmeros benefícios à circulação sanguínea da região pélvica. Além disso, os exercícios reduzem as chances de infecção, diminuem as terríveis cólicas e auxiliam o funcionamento do intestino.

Tratamento para infecção

Felizmente, a infecção na região íntima tem cura. No entanto, é primordial que procure a orientação de um médico ginecologista [VIDEO] para que possa descobrir as causas, o tipo de infecção e qual remédio é indicado para que a doença seja eliminada.

Gostou do artigo? Compartilhe com os amigos e em suas redes sociais.