Muitas pessoas não imaginam, mas o corrimento natural da parte íntima feminina é responsável por não deixar a paredes musculares dessa região ressecadas. Porém, se o corrimento apresentar odor, cheiro, ou cor diferente do costume, é necessário procurar um especialista para tratar do caso.

Isso é sinal de que alguma coisa está irregular no sistema reprodutor da mulher. De acordo com a cor ou cheiro do corrimento, é possível saber se a mulher contraiu alguma doença, como a Candidíase. Há outras doenças que podem ser transmitidas através das relações íntimas sem usar preservativos, como a gonorreia. Por esse motivo, é de uma extrema importância que os companheiros coloquem em prática os métodos contraceptivos antes de manter relações íntimas.

O corrimento saudável apresenta um aspecto transparente. Caso a cor seja branca, amarelada, rosa, marrom ou verde, há algo de anormal com o sistema reprodutor, como, por exemplo, uma infecção. Nesse caso, o ideal é que a mulher marque uma consulta com um especialista. Dessa forma, ele poderá realizar uma bateria de exames e descobrir o causador desse problema.

Confira logo abaixo alguns sinais que mostram que o sistema reprodutor das mulheres está com algum problema. Confira:

Corrimento branco

Quando o corrimento apresenta uma coloração esbranquiçada, é natural que parte íntima fique com um odor muito forte idêntico ao do queijo cottage. Geralmente quando esse sintoma aparece é comum que apareça alguns sintomas, como irritações, coceiras, vermelhidão em algumas regiões da parte íntima e há a sensação de queimação no local.

O grande causador

De acordo com informações de especialistas, a candidíase é a mais comum entre as mulheres, que geralmente é causado por fungos presentes na região.

Tratamento

Nesse caso, é importante que a mulher marque uma consulta com um ginecologista [VIDEO] de sua confiança. Dessa forma, ele poderá realizar alguns exames e saber qual o método eficaz para resolver o problema.

Corrimento amarelo

Normalmente quando o corrimento está amarelo, com o cheiro igual à de um peixe, pode ser por alguns fatores, como irritações e incômodos durante o ato sexual.

Principal causador

Esse sintoma na maioria das vezes é resultado da tricomoníase, que é uma infecção que ocorre justamente quando a pessoa mantém relações íntimas sem colocar em prática os métodos contraceptivos.

Tratamento

O tratamento geralmente é feito com remédios antifúngicos, que podem ser tomados na forma de comprimidos em dose única ou durante 5 a 7 dias.