Conforme a pesquisa publicada na revista científica PLOS Biology, reportada pelo jornal britânico Daily Mail, o estresse deixa os cabelos brancos. William Pavan, coautor do estudo e pesquisador do Instituto Nacional de Saúde, nos Estados Unidos [VIDEO], destaca que quando o indivíduo enfrenta situações desgastantes o corpo fica estressado e um dos sintomas são os cabelos grisalhos.

O estudo salienta que, apesar do sistema imunológico aumentar a resposta defensiva nessas situações, o efeito colateral gerado desencadeia mudanças nas células dos folículos pilosos que produzem a cor. O resultado é o cabelo prateado ou cinza.

Porém não é somente os fios da cabeça que sofrem mutações. O estresse pode gerar até mesmo vitiligo - aquelas manchas brancas que afetavam o astro do pop Michael Jackson.

Realizado em camundongos, a pesquisa salienta que quando o corpo está doente as células produzem sinais químicos chamados interferons. A grosso modo eles deixam as células “bombadas” para aumentar as defesas do corpo. Todavia, os interferons desligam as células que produzem a cor do cabelo.

Pavan está convicto de que os genes responsáveis pela pigmentação dos cabelos e da pele também atuam para combater o estresse. “Esta nova descoberta sugere que os genes que controlam o pigmento no cabelo e na pele também trabalham para controlar o sistema imunológico inato. Estes resultados podem melhorar nossa compreensão do envelhecimento dos cabelos", avalia.

O cientista [VIDEO] acrescenta que o estudo servirá para desvendar as doenças relacionadas à alteração da pigmentação da pele. “Mais importante, descobrir essa conexão nos ajudará a entender as doenças de pigmentação com o envolvimento inato do sistema imunológico, como o vitiligo", declara.

Responsável por grandes manchas na pele, o vitiligo afeta entre 0,5% e 1% de todos os seres humanos. Embora não haja tratamento capaz de reverter a condição, pomadas específicas são usadas para impedir o crescimento das manchas.

Se você é novo e deseja evitar os cabelos brancos, o melhor a fazer é respirar fundo e relaxar. Afinal, você não quer parecer um idoso aos 30 e poucos anos, né?

Processo natural da despigmentação

Considerado o estado natural dos cabelos, o cabelo grisalho não contém pigmento, responsável pela cor dos fios. A coloração deriva dos pigmentos produzidos pelas células do folículo piloso conhecido como melanócitos.

“À medida que envelhecemos, os melanócitos gradualmente se tornam menos ativos, então menos pigmento é produzido, a cor desbota e o cabelo grisalho cresce. Não há nada que você possa fazer para impedir de ficar cinza - é apenas uma parte do envelhecimento”, explica William Pavan.