Uma das coisas que a maioria das pessoas quer saber é como a Aids se manifesta logo após o contágio. Viver com o vírus HIV pode ser algo bem diferente do que a maioria das pessoas imaginam. Para aqueles pacientes que realizam o tratamento retroviral, a carga do vírus é muito pequena no organismo. Isso faz com que o índice de transmissão entre esses pacientes seja bem inferior, se comparado com aqueles que não fazem o tratamento adequado. Além disso, é possível perceber quando o organismo começa a reagir após a contaminação.

Primeiras semanas após o contágio com o vírus HIV

Embora o vírus HIV se desenvolva de forma silenciosa nos primeiros anos, algumas alterações podem aparecer logo após o contágio.

Uma gripe que pode ser confundida, na maioria dos casos, como algo habitual, e pode indicar a presença do vírus HIV no corpo. Geralmente essa gripe se manifesta entre duas a quatro semanas após o contato com o vírus HIV.

Existem diversos mitos em relação ao HIV, e muitas pessoas confundem, por exemplo, o vírus com a Aids. Nem todo paciente que possui o vírus HIV desenvolverá a Aids, que geralmente aparece aparece após muito tempo depois da contaminação. Outro fator que impede que a Aids seja desencadeada é o tratamento antirretroviral, que no Brasil é oferecido gratuitamente pelo SUS.

O período latente do vírus HIV

Os sintomas gripais que geralmente aparecem após o contágio do HIV podem durar algumas semanas. Mas depois desse período o HIV entra em uma fase que não demonstra nenhum tipo de reação no organismo durante muito tempo.

É por isso que a maioria das pessoas acabam não fazendo o teste da DST por acreditarem que não possuem nada. [VIDEO]Esse período pode durar até décadas, de acordo com o tratamento do paciente, mas esse período pode ser menor para aqueles que não realizam o tratamento com antirretrovirais.

O último estágio da doença é a chegada da Aids

Como é mais popularmente conhecida, a fase em que a Aids se manifesta demonstra uma grande preocupação para os pacientes que lutam contra a doença. Grande parte dos pacientes não sobrevive a essa etapa final da enfermidade, que apresenta diversos sintomas, dentre eles a queda do sistema imunológico. [VIDEO]Muitos pacientes ainda apresentam perda de peso repentina, além de diarreia, herpes, sudorese e manchas escuras em várias partes do corpo. Estima-se que essa fase pode durar entre dois a três anos, e assim como aconteceu com Cazuza, a Aids pode ser fatal.