A NASA [VIDEO] fez uma revelação que coloca a humanidade a um passo de encontrar vida fora da Terra: a sonda Curiosity encontrou matéria orgânica no solo de Marte. De acordo com o anúncio feito pela Agencia Espacial Americana no dia 7 de junho, a matéria orgânica foi encontrada em amostras de solo, com mais de 3 bilhões de anos, retiradas da cratera Gale.

No entanto, os cientistas frisaram que essa descoberta não quer dizer que ainda exista vida no planeta.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Ciência

A matéria orgânica pode ser uma das várias coisas como, por exemplo, o registro detalhando a existência de vida em uma passado distante, ou até mesmo uma fonte de alimento (plantas, por exemplo) para outra espécie de vida que pode ter ocorrido no local.

Além disso, também foram detectados vestígios de gás metano na atmosfera marciana, um forte indício de atividade orgânica no planeta. O metano é considerado a molécula orgânica mais simples e está presente em outros lugares do nosso sistema solar que poderiam abrigar a vida, como as luas de Saturno e Júpiter, Encélado, Europa e Titã.

Outro ponto frisado pelos pesquisadores é que, se a vida existe (ou existiu) em outro lugar, ela pode ser muito diferente da vida na Terra.

Ambas descobertas estão detalhadas em dois estudos publicados na quinta-feira na revista Science. Juntos, os pesquisadores acreditam que essas descobertas sejam "avanços na astrobiologia".

Paul Mahaffy, autor do estudo e diretor da Divisão de Exploração de Sistemas Solares do Centro de Voos Espaciais Goddard, da Nasa, disse que “ampliamos nossa busca por compostos orgânicos, o que é fundamental na busca pela vida".

Próximos passos na busca por vida alienígena

Os dados da sonda Curiosity estão fornecendo uma imagem mais clara e mais conclusiva das condições e processos em Marte, e como a vida pode ter surgido no Planeta Vermelho, quando as condições eram mais adequadas, a bilhões de anos.

"Essas descobertas estão nos dizendo para manter o curso e continuar procurando evidências de vida", disse Thomas Zurbuchen, administrador associado da Diretoria de Missões Científicas na sede da NASA [VIDEO]. "Estou confiante de que nossas missões contínuas e planejadas resultar em novas descobertas de tirar o fôlego, sobre o Planeta Vermelho".

Apesar de ainda não ser possível para os pesquisadores dizer como o material orgânico se formou, seja qual for sua origem, as hipóteses e suposições sobre vida extraterrestres ganha mais força.