Controlar a alimentação das crianças [VIDEO] sempre foi uma tarefa difícil para a maioria dos pais. Na época de férias essa situação se agrava pela quebra da rotina e o que já era complicado em dias comuns se torna ainda mais preocupante. Com horários mais flexíveis, alterações na alimentação se tornam quase que inevitáveis. Porém preparar um cardápio divertido e saudável, que ajude na reposição nutricional e ao mesmo tempo agrade as crianças é, sim, possível.

Usar a criatividade, combinando as cores de frutas, legumes e verduras ou experimentando formas diferentes na hora de preparar e servir os alimentos, pode tornar a comida saudável [VIDEO] e cheia de sabor, transformando a visão das crianças na hora de se sentar à mesa.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Saúde

A incorporação na dieta infantil de produtos cheios de gordura e, com excesso de sal e açúcar, é comum na época de férias. Mas isso pode causar danos irreversíveis, nutricionalmente, à Saúde dos pequenos.

O aumento no consumo de produtos industrializados nesse período, como fast-foods e comidas congeladas, pode causar um grande aumento na ingestão de sódio, açúcar e gorduras saturadas.

Por isso, o consumo de verduras, legumes, frutas e grelhados deve ser incentivado. Frutas como o abacaxi, a maçã e a banana são ótimas opções para se preparar um assado de frutas e agradar seus filhos ou netos.

Porém, nessa "batalha" pela alimentação saudável, conservar os horários de alimentação dos dias comuns é fundamental para evitar os excessos. Sendo assim, pode-se liberar o consumo moderado de doces e sobremesas após refeições como o almoço ou o jantar.

Na hora de controlar a alimentação, o bom exemplo também é fundamental. Aproveitar o preparo de refeições saudáveis para se aproximar da rotina das crianças lhe trará, além dos benefícios familiares, mais saúde para o seu próprio corpo.

Incentivar a participação das crianças na hora de preparar os alimentos também é uma boa forma de estimular o consumo saudável das crianças. Seus filhos se sentirão mais motivados a comer algo que eles mesmos prepararam.

Além da ingestão de produtos industrializados, as férias, principalmente em julho, guardam um perigo ainda maior devido às baixas temperaturas do inverno. Nesta época do ano, o público infantil fica com a saúde bem sensível por conta de gripes, resfriados e crises respiratórias. Alimentar-se bem torna o organismo mais forte e resistente para atravessar essa fase, além de fornecer energia para as crianças brincarem o dia todo.