O adolescente José Victor Menezes Teles, 14 anos, morador dacidade de Itabaiana - Sergipe, foi autorizado pela justiça a cursar medicina na UniversidadeFederal de Sergipe (UFS). Isso graças à sua nota alta no Sistema deSeleção Unificada (Sisu) que permitiu a conquista da vaga.

Embora ainda esteja no primeiro ano do ensino médio, ogaroto, que teve uma nota alta no Enem, foi autorizado pelo juiz Alberto RomeuGouveia Leite da 1ª Vara Cível da Comarca de Itabaiana a fazer uma provade proficiência do ensino médio que é realizado pela Secretaria de Estado daEducação (Seed).

Aprovado, o estudante conquistou o certificado de conclusão doensino médio e, com isso, poderá fazer a sua matricula no curso universitário. JoséVictor disse que está feliz e preparado para essa nova fase da vida.

Quem é o estudante

Aluno do ensino médio na Escola Estadual Murilo Braga, JoséVictor obteve na prova do Exame Nacional do Ensino Médio a média final de751,16 pontos e 960 pontos na prova de redação.

Assim, conseguiu ficar entre os100 aprovados para o curso de medicina da UFS. Dentre os alunos de escolapública, Victor ficou em 7º lugar.

Com a autorização judicial para realizar a prova de proficiência,o estudante foi submetido a uma avaliação com 120 questões de disciplinasvariadas, além de uma redação. Com a aprovação, legalmente o adolescente podese matricular no curso universitário. O garoto, que sonhava em ser médico, vaipoder realizar o sonho com apenas 14 anos de idade.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação

Isso só foi conquistado graças a muita dedicação. Para quefosse possível tal feito, ele estudou toda matéria do ensino médio e se dedicava 3 horas por dia a resolver questõesde provas anteriores do Enem. De acordo com ele, a organização do tempo deestudo e o treino para o estilo de prova aplicada foram essenciais para osucesso. Para isso, o adolescente contou com a ajuda de seus pais, que sãoprofessores.

Além de livros complementares, vídeo-aulas na internet e aulas docurso pré-vestibular da Secretaria de Estado da Educação ajudaram napreparação. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo