A Noruega vem a alguns anos sendo reconhecida por ser um dos melhores países do mundo para se viver, devido a ótima qualidade de vida, índices baixíssimos de criminalidade e um sistema educacional invejável, na qual 100% da população é alfabetizada. As universidades do estado norueguês não cobram pelos estudos e contam com um sistema altamente eficaz de ensino: turmas com poucas pessoas e professores altamente qualificados para exercerem a profissão.

Área de atuação

O país disponibiliza Vagas nas universidades para estrangeiros. Aqueles que não dominam o idioma local não tem problema, pois estas aulas são ministradas em inglês justamente por isso.

As áreas contempladas são inúmeras, para cursos como engenharias, arquitetura, design, economia, ciências da comunicação e informação, ciências humanas, direito, ciências médicas, ciências sociais e muitos outros, para os graus de bacharelado e mestrado.

Requerimentos

Para estar apto a participar do processo de admissão para estudar na Noruega, é necessário ter finalizado o ensino médio ou uma graduação no Brasil, dependendo do que se deseja por lá. Fluência em inglês é necessária e deverá ser comprovada através de provas como TOEFL ou IELTS, mas em caso do estudante possuir domínio sobre a língua norueguesa, também será aceito.

Quem desejar tais oportunidades deve preencher os formulários fornecidos pelas instituições de ensino norueguesas nos prazos determinados, que em geral, são entre janeiro e março para ingresso em agosto.

Os melhores vídeos do dia

Com a carta de admissão em mãos, será necessário obter um visto para estudos no país e comprovar residência e sustento durante o período em que ficar por lá. Para quem desejar, existem programas que auxiliam no financiamento dos estudos para os brasileiros em solo norueguês.

Mais oportunidades no exterior

O programa 'Inglês sem Fronteiras' estará abrindo as inscrições em breve, e trará, além de inglês, outros idiomas este ano, que devem ajudar estudantes que desejam oportunidades no exterior. Com relação ao estudo em outros países, a Suécia está oferecendo vagas para o setor tecnológico, devido a uma parceria com o Brasil. Outro país parceiro é o Canadá, que oferece bolsas de estudos para pesquisadores, professores e alunos de doutorado.