Um exame de proficiência em língua estrangeiraavalia a capacidade de compreensão e interpretação na leitura de textos e privilegia as estratégias usadas na construção de um sentido. Não se trata de um exame concentrado em conhecimentos gramaticais e lexicais, mas em competência. As provas reúnem exercícios de leitura, escrita, compreensão oral e expressão oral, a fim de comprovar o nível de conhecimento do estudante na língua inglesa.

Existem diversos exames de proficiência em inglês disponíveis para brasileiros, e a frequência em que esses exames são realizados e o tempo que leva para sair o resultado varia. A maioria é realizada mais de uma vez por ano por instituições representantes no Brasil. Os principais exames de proficiência na língua inglesa são o Toefl (Test of English as a Foreign Language), Toiec (Test of English for International Communication), Lelts (International English Language Testing System) e CPE (Certificate of Proficiency in English).

A língua inglesa não é absoluta nesses exames, até porque o espanhol anda em alta, mas o inglês ainda é a língua franca da ciência e a que mede o processo de publicação científica. Nos Estados Unidos e na Europa, a maioria das instituições de ensino superior pedem os exames de inglês: Toefl (Test of English as a Foreign Language) e o Ielts (International English Language Testing System). Os países da União Europeia, em geral, seguem uma tabela de níveis de domínio de um idioma.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação

Um exame de alta relevância e prestígio, tem consequências para o candidato por ser tomado como base para grandes decisões, como entrar em uma faculdade, começar um mestrado ou doutorado, conseguir um emprego, por exemplo. O sucesso e o fracasso de um candidato em um exame como esse implica em consequências na vida pessoal e profissional do mesmo.

A globalização abrange uma comunicação internacional uniforme e um idioma compatível com a publicação frequente de artigos científicos, propagando as conclusões geradas nas pesquisas.

A tendência de predominância do inglês se mantém, apesar de uma forte tendência em favor da literatura francesa e espanhola. O inglês ainda é o idioma do mercado universal, do intelectual, do eletrônico, mesmo com a queda da valorização do francês e a ascensão do espanhol.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo