Tudo pronto para o concurso da Defensoria Pública do Mato Grosso. O Certame, muito aguardado pelos concurseiros de plantão da região do Mato Grosso, foi publicado nessa quarta-feira (16) e conta com uma remuneração bem atraente, nada menos do que R$ 19.992,09.

Em observância ao Edital, foram disponibilizadas 20 Vagas para o cargo de Defensor Substituto, com preenchimento imediato. Os interessados em concorrer, devem ter ensino superior com graduação em Direito e experiência profissional em Tribunais.

Provas

Quanto às provas, os candidatos interessados serão submetidos a cinco fases, sendo elas:

  • Prova Escrita e Objetiva;
  • Prova Escrita e Dissertativa;
  • Prova Oral de Arguição;
  • Prova oral da Bancada da Tribuna e
  • Prova de Título.

Ainda, para fins de informação sobre as avaliações, serão exclusivamente realizadas na Cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso (MT), com programação prevista para o dia 12 de junho de 2016, no período matutino.

Quanto às Provas Escritas Dissertativas, seguem com previsão de aplicação nos dias 06 e 07 de agosto de 2016, ambas em período vespertino.

Candidatura

As inscrições devem ser realizadas através do site da organizadora do certame, neste caso, a Universidade Federal do Mato Grosso, entre os dias 01 de abril a 01 de maio de 2016. Os candidatos deverão preencher a ficha de inscrição e imprimir a guia de recolhimento, referente ao valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais). Lembrando que a confirmação somente se dará após os registros do pagamento.

Para o concorrente que se julgar desempregado, ou se for doador regular de sangue, ou até mesmo tiver renda familiar até o limite de um salário mínimo e meio, poderá desfrutar do beneficio de isenção da taxa de pagamento da inscrição, basta verificar no próprio edital.

Os melhores vídeos do dia

Então, se possui os requisitos exigidos, não perca tempo, inscreva-se para essa grande oportunidade. Talvez, será mais um defensor público do estado do Mato Grosso. O endereço do site da organizadora encontra-se no campo de comentários, logo abaixo a notícia. Para outras opções, click aqui.