Quase um mês já tem passado após a liberação para as inscrições do concurso público para o cargo de escrevente técnico judiciário (TJ/SP), e muitos ainda nem se candidataram a vaga.

A seleção atenderá 235 Vagas para o cargo e as regiões que serão beneficiadas são todas as Circunscrições Judiciárias que compõem as 2ª, 3ª, 5ª, 6ª, 7ª, 8ª, 9ª e 10ª Regiões Administrativas Judiciárias, com sedes em várias cidades do interior e no litoral paulista.

Como o nível exigido é médio, basta possuir o diploma de conclusão para se candidatar a vaga, o que torna um dos Concursos mais concorridos do momento.

Afinal de contas, o salário agrada até mesmo quem possui formação de ensino superior.

Bom salário

A remuneração é muito atrativa, mais de R$ 6 mil, composta por um salário de R$ 4.706,53, mais auxílio-alimentação, saúde e transporte, somando R$ 1.487,00 em benefícios.

A organização do concurso, como de costume, fica sob a responsabilidade da banca organizadora da Fundação Vunesp, que aceitará inscrições até o dia 14 de fevereiro, através de endereço eletrônico da própria banca.

Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 68,00.

Sobre as provas

A forma de avaliação mantém as mesmas regras dos concursos anteriores, sendo primeiro realizada uma prova objetiva no dia e horários estabelecidos no edital, e após seleção, uma prova prática que também terão datas definidas.

O modelo de prova segue um padrão de múltipla escolha, dividida em 3 blocos, sendo bloco 1 e 2 a nível eliminatório e bloco 3 a nível classificatório.

Os temas abordados são de Língua Portuguesa (Bloco 1), Conhecimentos Básicos em Direito (Bloco 2) e, por fim, Conhecimentos Gerais (Bloco 3), inclinados a atualidades, raciocínio lógico, matemática e informática.

O que faz

De acordo com o edital, o profissional ficará responsável por atendimentos internos e externos, executará e organizará atividades relacionadas ao suporte e ainda auxiliará em andamentos de processos junto ao Tribunal de Justiça, conforme for solicitado.

Rapidez

Por fim, sabe-se que vale muito a pena dedicar-se aos estudos, começando o quanto antes, pois o número de pessoas que são chamadas para exercício da função é muito grande.

A rotatividade garante quase que instantaneamente a ocupação do cargo.

Os candidatos habilitados certamente não terão que esperar por muito tempo para usufruir da tão sonhada estabilidade profissional e financeira.

Não perca a nossa página no Facebook!