A Câmara da pequena cidade de Echaporã, localizada no Sudoeste do estado de São Paulo, em conjunto com a FEMA, sigla para a “Fundação Educacional do Município de Assis”, que é a maior cidade mais próxima de Echaporã, liberou o edital sob o número 01/2018, que é um concurso público patrocinado nessa região do interior paulista.

O processo de recrutamento e seleção de pessoas visa contratar em caráter oficial um colaborador para a função de Procurador Jurídico, além de deixar candidatos em potencial apostos para a formação das Vagas do conhecido CR (cadastro de reserva).

Salário e carga horária

A título de esclarecimento, o salário oferecido é no valor de R$ 3.698,29, correspondendo a vinte horas de atividades laborais ao longo de uma semana.

Como fazer a inscrição

As pessoas interessadas e que acreditam reunir condições de participar do concurso público em questão deverão se apressar, pois o prazo final para realizarem as inscrições vai somente até o dia 24 de outubro (quarta-feira) através do site da FEMA.

É importante deixar claro que tão logo todos tenham feito as suas inscrições, terão de pagar o valor de R$ 100,00 referente à taxa administrativa.

Data de realização das provas e resultado final

A avaliação dos interessados ocorrerá por meio de provas de caráter objetivo e também de testes práticos, os quais estão previstos para acontecer na data de 18 de Novembro (domingo) deste ano 2018.

O ponto de atenção é que os gabaritos oficiais serão liberado pela Fundação Educacional do Município, depois das 10 horas do dia 19 de novembro, especificamente através do seu site.

O concurso público do município de Echaporã tem a validade de exatamente um ano, contando a partir de sua data de publicação com o resultado final conferido pela banca examinadora, o qual poderá ser prorrogado ou não por igual período, a critério dos organizadores do processo seletivo.

Um pouco mais de Echaporã

O município dista 464 quilômetros de São Paulo Capital, sendo que a sua população segundo o censo do IBGE de 2010 era de 6.318 habitantes, tendo sido fundado por Santiago Fernandes, com o antigo nome de cidade de Bela Vista.

Entretanto o nome de Bela Vista ficou válido oficialmente somente até o dia 30 de novembro de 1944, ocasião em que o decreto de número 14.334[8] alterou o nome do município paulista para Echaporã, palavra essa de origem indígena, tendo o mesmo significado do nome de outrora.

A cidade atualmente tornou-se um pólo de atração turística, uma vez que o seu território é banhado pelas bacias hidrográficas do rio Paranapanema e do rio do Peixe, tendo cachoeiras e escarpas adequadas para a realização de esportes radicais como rapel, caminhadas em trilhas e circuitos para disputas em motocicletas.

Siga a página Vagas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!