Após um ano de atraso, Velozes e Furiosos 7 está nos cinemas de todo o mundo. O filme que foi guardado à sete chaves nos últimos meses, nos faz concluir alguns pontos: Não há outra saga de ação sobre rodas como essa. O elenco se tornou uma família e é impossível conter as lágrimas com as cenas de Paul Walker.

Para quem acompanha a trilogia de ação desde seu primeiro filme, em 2001, os personagens da família Fast tornaram-se algo como amigos ou familiares próximos. Quando Paul morreu prematuramente em um trágico acidente de carro, os fãs ficaram tão tristes e chocados como se ele, ou Brian O´Conner, fosse aquele "camarada" para todas as horas.

Após a morte de Paul, as gravações do filme, que já se encontravam em fase final, tiveram de ser paralisadas. Era necessário que o elenco se recuperasse da perda tão trágica de um amigo, e os Estúdios Universal precisou se reunir com a produção do filme para fazer adaptações do enredo, a fim de dar um desfecho honroso para Brian O´Conner.

Em respeito aos fãs, amigos e familiares, a decisão unânime foi de não matar o personagem. Já havia dor demais envolvendo a imagem do eterno ex-policial de olhos azuis, sorriso inconfundível e que vivia entre a linha do bem e do mal em corridas de carro, fugas e ataques a criminosos. Brian foi, digamos, aposentado.

O filme conta com imagens gravadas por Paul, tanto para a sétima franquia, quanto de outros filmes da saga. Como nem todas as cenas gravadas são aproveitadas na hora de finalizar um filme, a produção pôde usar imagens inéditas do ator, que em oportunidade anterior havia sido descartada da versão final do longa.

Os melhores vídeos do dia

Também há cenas com dublês mais do que especiais: Cody e Caleb, irmãos de Paul Walker.

Para finalizar de forma digna, a produção recorreu ao estúdio do diretor neozelandês Peter Jackson, o mesmo do filme 'O Hobbit' e 'O Senhor dos Anéis'. Foi com a ajuda desse estúdio que Paul Walker foi recriado em imagens computadorizadas e que se confundem com imagens reais. Na verdade, fica quase impossível distinguir as imagens gravados por Paul, das criadas pelo computador. Vin Diesel disse há algumas semanas: "Paul ficaria orgulhoso se visse o que conseguimos fazer por ele nesse filme".

Aproveite o feriado prolongado e vá ao #Cinema mais próximo conhecer de perto a produção mais esperada do ano. E prepare-se para o desafio: Será impossível não chorar com o adeus à O´Conner! #Entretenimento