Os fãs não perdem por esperar, porque os Rolling Stonesdevem confirmar, entre o final de julho e o início de agosto, as datas para aAmérica do Sul da turnê “Zip Code”, que terá pelo menos quatro apresentações noBrasil.

Não vamos parar por aqui e ‘ouvi algo’ sobre América do Sul, emoutubro e novembro deste ano”, disse o guitarrista Keith Richards ao site WTF, dando a deixa sobre a volta dos dinossauros do rock às terras tupiniquins ainda neste ano. “Vamos adiante, mas era muito difícilcolocar tudo junto”, completou o vocalista Mick Jagger, comentando sobre acomplexidade de percorrer todo o continente.

Com tudo certo para o retorno dos Rolling Stones ao Brasil,resta saber quantas e onde serão as apresentações da nova turnê. O jornal “OGlobo” deu como certas as datas de 10 (Porto Alegre), 14 (Rio de Janeiro), 18 e20 (ambas em São Paulo) de novembro, mas há uma grande expectativa a respeitode escalas em Belo Horizonte, Brasília e Recife. Na Argentina e Chile serãoduas apresentações em Buenos Aires, no Estádio Monumental de Núñez, campo doRiver Plate, e no Monumental de Santiago.

Pela primeira vez, o banda britânica vai tocar no Uruguai,no Estádio Centenário, em Montevidéu. “Estamos no melhor momento do grupo”, afirmouo outro guitarrista dos Stones, Ron Wood.

Outro ponto com que os fãs podem ficar tranquilos é orepertório.

Serão 20 músicas que passeiam pelos mais de 50 anos de estrada dogrupo. Adiantamos, comexclusividade, o setlist: "Jumpin' Jack Flash", "It's Only Rock’n’Roll (But I LikeIt)", "All Down the Line", "TumblingDice", "Doom and Gloom", "Bitch", "Moonlight Mile", "She's So Cold", "Honky Tonk Woman", "Before They MakeMe Run", "Happy", "Midnight Rambler", "Miss You", "GimmeShelter", "Start Me Up", "Sympathy for the Devil", "Brown Sugar","You Can't Always Get What You Want" e "(I Can't Get No)Satisfaction"

Quem acha que está será a despedida dos Rolling Stones estáenganado.

Já acertamos que, quando esta turnê acabar, vamos reunir a turma noestúdio e, daí, tudo pode acontecer”, disse Richards. “Eu adoraria gravar umnovo disco e tenho músicas compostas recentemente, que são perfeitas para osStones”, acrescentou Jagger. “Nunca estivemos tão próximos”, finalizou Wood.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!