Biografia de uma Virgem é o primeiro livro de uma série de três volumes intitulada Histórias de uma Virgem. Os livros abordam o dilema de uma adolescente de 16 anos que diz fazerde tudo no sexo, mas que não admite perder a virgindade sem romantismo e de forma especial.

O livro tem poucas páginas propositalmente para baratear seu custo e incentivar, assim, a aquisição dos três volumes da série, pois os três Livros estão sendo lançados simultaneamente, com intervalo de apenas uma semana entre um e outro.

A autora, que utiliza o pseudônimo Donna Padilha, explica que idealizou uma adolescente supostamente para escrever sua história com vários parceiros sexuais mesmo se mantendo virgem, mas garante que não é nada diferente do comportamento de meninas até com menos de 16 anos atualmente.

Na realidade, a autora pretende propor uma reflexão crítica sobre o drama vívido por pré-adolescentes e adolescentes, mediante a erotização infantil, o excesso de incentivo midiático para que percam a virgindade e saiam fazendo sexo com qualquer um, sem nem conhecer direito, e até uma pressão social de que virgindade já era e que toda adolescente já tem suas transas.

O tom é mesmo de perversão. A história tem partes bastante apimentadas, em que a suposta adolescente protagonista conta em detalhes as suas aventuras sexuais com mais de uma dúzia de rapazes em um curto espaço de tempo, e já anuncia prazeres ainda mais fortes para os próximos volumes da série.

Apelidada de Beth, a adolescente de "Biografia de uma Virgem" se diz adepta de tudo no sexo, sem neuras, e que gosta muito de ser vulgar, mas, no fundo, ainda que sem admitir claramente, alimenta o sonho romântico para sua primeira vez, que tem que ter sentimento, ser algo muito especial, marcante, que sua “inauguração” não é uma coisa qualquer e que não admite que seja com qualquer um e feito de qualquer jeito.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Literatura

Em contrapartida, ela conta como tira proveito de todos os tipos de prazeres no sexo sem precisar perder a virgindade.

Apostando firme em sua carreira como escritora, Donna Padilha, que utiliza um pseudônimo e não aceita ser fotografada de modo algum, mantendo mistério sobre sua identidade, lança sua série de romances eróticos com exclusividade na maior livraria do mundo, a Amazon.

Sonhando alto, a escritora aproveita que a filha Maria Mariah é poliglota e faz as traduções de suas obras para diversos idiomas.

As traduções, naturalmente, aumentarão consideravelmente o faturamento, não se limitando aos leitores que compreendem a língua portuguesa. O primeiro livro já se encontra a venda em português, inglês e espanhol. Em breve, estará a venda em francês e italiano. O segundo volume chegará a livraria virtual Amazon ainda esta semana.

Donna Padilha explica que não se trata de vaidade nem pretensão de já chegar no mercado lançando suas obras para o mundo todo, mas que os custos para novos autores no Brasil lançarem uma edição impressa é desanimador e que o e-book tem custo zero, ficando em grande vantagem.

A autora acrescenta o importante detalhe de que a cultura do e-book no Brasil ainda está engatinhando, enquanto que nos outros países já está bastante consolidado o consumo desse tipo de arquivo, ou seja,vendendo suas obras em outros idiomas ela só tem a ganhar.

Após a série erótica "Histórias de uma Virgem", com três volumes, Donna Padilha pretende mostrar toda a cultura e conhecimentos gerais adquiridos em décadas de estudos, capacitada para publicar obras em diversas áreas, e tem certeza absoluta de que, investindo nas traduções de suas obras, conseguirá a proeza de viver de direito autoral, o que é muito raro no Brasil, até para autores consagrados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo