Os sucessos produzidos pela "Motown" serão levados aos palcos de Londres, em uma adaptação para um musical, no bairro de West End, conhecido principal reduto cultural da capital inglesa. O espetáculo, que tem como enredo a vida e a obra de Berry Gordy, fundador da empresa, foi elaborado para celebrar o empreendimento de sucesso idealizado pelo produtor. Após a boa acolhida na Broadway, em Nova York, a versão britânica ficará em cartaz até 2017.

O roteiro do musical se baseia nas conquistas do compositor e empresário, que saiu praticamente do nada, para brilhar em um meio bastante difícil de se obter respeito. Antes de ingressar na Música, Gordy trabalhou como mecânico em Detroit, nos Estados Unidos.

Entretanto, além do seu talento para se tornar um compositor conceituado, ele esbanjava um "faro" infalível para descobrir e lapidar artistas promissores, cuja maioria atingiu o topo das paradas.

A trajetória de Berry Gordy realmente não poderia deixar de ser lembrada. Com um pequeno "empurrão" da família - amparado com um empréstimo de meros US$ 800 -, o empresário se lançou para o mercado musical e atingiu marcas meteóricas. Só para citar alguns exemplos, Gordy foi o responsável por alavancar nomes como Stevie Wonder, Marvin Gaye, Diana Ross, The Supremes, The Temptations, e o Jackson 5 (grupo que tinha em sua formação Michael Jackson, em início de carreira).

As canções dos grupos e artistas agenciados pela "Motown" fez história mundo afora, difundindo especialmente o trabalho de artistas negros dos Estados Unidos.

Os melhores vídeos do dia

O musical foi recebido em Londres até como forma de homenagear Gordy, com suas contribuições realizadas junto ao universo da indústria do Entretenimento, com um estilo único ao adotar inovações em shows e gravações.

Em Nova York, o espetáculo estreou em 2013 e recebeu quatro indicações ao Tony, a premiação mais importante do teatro dos Estados Unidos. Já na Inglaterra, "Motown the Musical", cuja estreia aconteceu na última terça-feira (8), foi elogiada pelo produtor, atualmente com 86 anos, e ainda com muita disposição para doar seu amor pela boa música. A montagem conta com 40 canções, como as clássicas "My Girl", do The Temptations, e "What's Going On", que ficou mundialmente famosa na voz inconfundível de Marvin Gaye.