O ilustre cantor, Cauby Peixoto, veio a óbito neste último Domingo (15), aos 85 anos de idade, em decorrência de complicações no seu quadro de pneumonia. Sua internação no Hospital Sancta Maggiore (São Paulo) teve início no dia 9 de Maio, segundo a acessoria do artista.

Um comunicado oficial foi postado na página oficial do cantor, com os dizeres: "Com muita dor e pesar informamos aos amigos e fãs que nosso ídolo Cauby Peixoto acaba de falecer às 23:50 do dia 15 de maio. Foi em paz e nos deixa com eterna saudades. Pra sempre Cauby!"

A última apresentação pública de Cauby Peixoto foi no Teatro Municipal do Rio, no dia 3 de Maio.

O cantor estava em turnê pelo país, ao lado de Maria Ângela, com o espetáculo '120 Anos de Música', que trazia em seu repertório canções que selaram as trajetórias e parcerias de ambos, como 'Gente Humilde' e 'Vida de Bailarina', do disco Reencontro. Eles deveriam fazer uma apresentação no Sesc - que foi cancelada devido às condições de saúde do artista - neste final de semana, em ocasião da Virada Cultural.

Desde o início do ano de 2015, Cauby Peixoto travava uma verdadeira batalha com um quadro de gripe, que o obrigou a cancelar alguns shows e participações na época. Com a saúde fragilizada desde então devida à baixa imunidade, os pulmões do artista começaram a ser prejudicados pela pneumonia.

A carreira de cantor teve início quando ainda era um jovem menino, em 1940, incentivado por seu irmão, mentor e pianista, Moacyr Peixoto.

Os melhores vídeos do dia

Cauby cantava em boates na adolescência e logo começou a participar de concursos musicais como calouro. Ganhou uma dezena de concursos da Rádio Tupi. E após quase sete décadas de sucesso, a voz calou-se, embora jamais seja esquecida.

A partir das 9h, no salão nobre da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, será realizado o velório aberto de Cauby Peixoto. Seu enterro deverá ocorrer no fim da tarde, a partir das 17h, no cemitério de Congonhas - zona sul de São Paulo - onde a família da cantora Ângela Maria tem jazigo.