O filósofo brasileiro Olavo de Carvalho, de 69 anos, considerado conservador e que atualmente mora nos Estados Unidos, ganhou seu próprio documentário. Dirigido pelo cineasta pernambucano e autor do livro O Cinema Sonhado, Josias Teófilo, e também com entrevistas feitas pelo jornalista Wagner Carelli, o longa-metragem é intitulado O Jardim das Aflições, título do livro lançado por Carvalho em 1995, uma de sua muitas obras.

Assista ao trailer oficial:

O lançamento do filme está previsto para maio próximo. A filosofia de Olavo de Carvalho é o tema central do filme. O longa-metragem retrata o seu cotidiano, lançando um paralelo entre o convívio familiar e sua vida intelectual. A promessa é expor seu pensamento em uma atmosfera distinta e cristalina, muito diferente do que se conhece publicamente através da internet.

O documentário foi gravado em 2015 na Virgínia (EUA), produzido pela Lavra Filmes, financiado totalmente por crowdfunding, dispensando qualquer recurso financeiro público, que arrecadou pouco mais de R$ 300 mil.

Os patrocinadores são todos da iniciativa privada. O projeto se estende conjuntamente ao lançamento do livro biográfico de Olavo de Carvalho, que conterá fotos do longa-metragem e entrevistas.

Josias Teófilo também disponibilizou um conteúdo extra exclusivo, As Doze Camadas da Personalidade, onde o filósofo se dispõe a explicar sobre um dos conceitos mais caros de sua filosofia: a formação consciência e da personalidade humana.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Cinema

Confira um trecho:

Quem é Olavo de Carvalho?

Olavo de Carvalho também atuou como jornalista, escrevendo mais de 1.000 artigos, autor de 28 livros, e coautor de outros oito. Ganhou notoriedade por críticas aos movimentos revolucionários estabelecidos socialistas no Brasil e no mundo.

Durante sua presença no Brasil participava de palestras e congressos sobre política e filosofia. Carvalho também recebeu as medalhas do Pacificador (1999), Ordem Nacional do Mérito da Romênia (2001), Tiradentes (2011) e Mérito Santos-Dumont (2011).

Atualmente desempenha o papel de professor, leciona em seu Seminário de Filosofia, um curso semanal online. Também possui diversos cursos na área de filosofia e política.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo