É natural e até esperado que determinados filmes que são baseados em livros nem sempre agradem os leitores. Livros e filmes são produtos diferentes, para serem consumidos de forma diferente e a linguagem levada para as telas às vezes pode decepcionar quem conheceu a história escrita antes.

A falta de riqueza de detalhes, personagens pouco parecidos com o que foi descrito na obra literária e mudanças significativas no enredo estão entre as principais causas de decepção. Mas nem sempre isso ocorre. Na lista a seguir você confere cinco filmes que conseguiram se mostrar melhores do que os livros que os inspiraram.

1. Garota Exemplar (2014)

Baseado no #livro de Gillian Flynn (que também produziu o roteiro para o #Cinema), o #Filme conta a história da estranha relação de amor (ou não) entre o casal Amy e Nick.

Amy desaparece misteriosamente no dia de seu aniversário de casamento, e o principal suspeito é Nick. O suspense e a reviravolta ficaram ótimos em forma de filme, já que a primeira metade do livro foi tida por muitos leitores como monótona e arrastada.

2. O Poderoso Chefão (1972)

Calma! Ninguém está dizendo que a obra de Mario Puzo não seja sensacional, mas ao ser transformada em filme, em 1972, pelas mãos de Francis Ford Coppola, "The Godfather" acabou se tornando um dos maiores e mais amados clássicos do cinema. As atuações impecáveis de Marlon Brando e Al Pacino, além da excelente trilha sonora e do ótimo figurino, tornaram a história de Puzo ainda melhor. O autor também colaborou no roteiro, então está tudo certo.

Os melhores vídeos do dia

3. Diário de Uma Paixão (2004)

Baseado no livro "The Notebook", de Nicholas Sparks, escrito em 1994, o filme é, até hoje, considerado um dos melhores romances já produzidos para a tela do cinema na primeira década dos anos 2000. Os filmes baseados em obras de Sparks são basicamente muito parecidos, e seguem todos uma mesma fórmula romântica que envolve beijos na chuva e a morte de algum personagem querido. Mas, nesse caso, o longa funcionou muito bem, atraindo mesmo as pessoas que não são muito fãs do trabalho de Sparks. Os créditos também ficam por conta de Rachel McAdams e Ryan Gosling, que deram vida aos protagonistas na juventude.

4. O Grande Truque (2006)

Pouca gente sabe que o longa é uma adaptação de livro. A direção ficou por conta de Christopher Nolan, famoso por criar atmosferas sombrias e proporcionar finais surpreendentes para seus filmes.

O autor do livro "The Prestige", Christopher Priest, no entanto, parece não gostar muito de Nolan. Em entrevista de 2014, ele disse que a obra do diretor é entendiante e que sua trilogia Batman é pretensiosa. É bem provável que ele não tenha gostado nadinha da adaptação de O Grande Truque para os cinemas, mas os números, as indicações ao Oscar e o fascínio que os fãs têm pelo filme parecem dizer o contrário.

5. Clube da Luta (1999)

Assim como no caso de O Poderoso Chefão, o livro é uma das principais obras escritas por Chuck Palahniuk e merece todo o seu crédito, mas o filme de David Fincher é estarrecedor e belo, ao mesmo tempo. Fincher conseguiu levar para o cinema a mesma atmosfera e o tom crítico do livro e de uma maneira ainda mais magistral. Com atuações impecáveis de Edward Norton, Brad Pitt e Helena Bonham Carter, se tornou o favorito de muita gente.