Morreu, no último dia 17, o ator norte-americano Jon Shepodd, conhecido pelo seu papel como Paul Martin, na série de TV Lassie.

A cadela Lassie [VIDEO], que já havia encantando o mundo nos cinemas, ganhou uma série de televisão em 1954, tendo o menino Tommy Retting no papel de Jeff Miller, sendo ele seu inseparável companheiro. Porém, em 1957, o ator George Cleveland, que interpretava o avô de Jeff, faleceu. Foi preciso readaptar a série para que o menino não vivesse sozinho. Foi, então, introduzido na trama o casal Paul e Ruth Martin, vividos por Jon Shepodd e Cloris Leachman, que adotaram o menino e sua fiel mascote.

Shepodd já havia atuado na série, em outro papel, em um episódio da terceira temporada.

Na quarta temporada, passou a ser um dos protagonistas na nova fase do seriado. Mas, após gravarem 28 episódios, a atriz Cloris Leachman não quis renovar o contrato, alegando que o papel não era desafiador o suficiente para ela. Anos mais tarde, ela seria agraciada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por A Última Sessão de Cinema (The Last Picture Show, 1971). Os produtores da série acharam que ficaria complicado explicar para os telespectadores uma mudança de atriz no papel de esposa de Sheppod, na América dos anos 50, e decidiram demiti-lo ao final da temporada.

A partir de 1958, Lassie trocou a família Martin pela família Miller, composta por novos personagens. Seu novo melhor amigo passou a ser o menino Timmy (Jon Provost), filho de Ruth (June Lockhart) e Paul Martin (Hugh Reilly).

Nascido com o nome de Hugh Goodwin, em 19 de dezembro de 1925, em Birmingham, Alabama, Jon Shepodd estreou no cinema em um pequeno papel no filme O Aventureiro do Mississippi (The Mississippi Gambler, 1953). Após fazer muitas participações em séries de televisão, ganhou um papel de destaque em Assassino a Sangue Frio (The Return of Jack Slade, 1955). Seu papel mais importante no cinema, porém, foi no filme Morte Sem Glória (Attack, 1956), de Robert Aldrich, em que ele interpretou o cabo John Jackson.

Shepodd ainda atuou em filmes como Clima de Violência (The Garment Jungle, 1957), Pagaram com o Próprio Sangue (Dragoon Wells Massacre, 1957) e interpretou Jesus Cristo em The Power of the Resurrection (1958), um filme feito para exibições em igrejas e escolas cristãs.

Outros trabalhos

Após ser demitido de Lassie, atuou ainda em alguns episódios de séries de TV, como Men into Space (1959) e The Alfred Hitchcock Hour (1963).

Ele ainda apareceria nos filmes I'll Give My Life (1960) e em O Que Aconteceu com Baby Jane? (What Ever Happened to Baby Jane?, 1962). Neste último, ele interpretou um pequeno papel, fazendo um policial. Em 1963, Jon Shepodd abandonou a carreira de ator, passando a dedicar-se à pintura. Ele faleceu aos 91 anos.