Existem canções que se assemelham a verdadeiras poesias e outras que são capazes de transmitir com facilidade interessantes histórias.

Tanto isso é verdade que recentemente o cantor norte-americano Bob Dylan foi celebrado pela academia de renome mundial, a Nobel, com o Prêmio Nobel de Literatura em razão de muitas das suas canções descreverem belíssimas histórias.

No cenário nacional, coube ao poeta e compositor Antonio Cicero receber o título de imortal da Academia Brasileira de Letras, não só pela importância da sua obra literária, mas também pela sua grande contribuição à Música popular brasileira.

Entretanto, no Brasil e em todo o mundo existem vários outros compositores que sem dúvida nenhuma mereceriam receber semelhantes titulações e premiações.

É o caso de compositores como Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Chico Buarque e de tantos outros, que com maestria compuseram canções que são fonte de inspiração para artes como a televisão, o teatro e a dança.

Como as artes citadas acima, o cinema periodicamente também encontra na música a sua luz inspiradora, é o caso das produções cinematográficas que serão mencionadas na sequência.

Acompanhe agora então 5 filmes do cinema nacional baseados ou inspirados em músicas.

Faroeste Caboclo

O filme Faroeste Caboclo tem o mesmo título de uma das canções mais conhecidas da banda Legião Urbana, composta pelo saudoso Renato Russo. Depois de muito se falar sobre um possível longa-metragem da história dos personagens da música, João de Santo Cristo e Maria Lúcia, o projeto finalmente saiu do papel no ano de 2013.

Os melhores vídeos do dia

Exibido nos cinemas o filme acabou alcançando relativo sucesso.

O Menino da Porteira

Baseado num dos clássicos da música sertaneja, O Menino da Porteira, de Teddy Vieira e Luís Raimundo de 1955, teve a sua primeira adaptação para o cinema em 1976. O filme obteve extraordinário sucesso, chegando a levar milhões e milhões de espectadores aos cinemas. Lá se foram mais de três décadas quando em 2009 uma refilmagem foi realizada, entretanto, nem de longe conseguiu atingir o êxito da primeira versão do longa-metragem.

Bete Balanço

O filme é do ano de 1984 e teve como uma das fontes de inspiração a letra da música Bete Balanço do grupo de rock brasileiro Barão Vermelho, escrita por Cazuza e pelo seu parceiro de banda Roberto Frejat, a canção foi feita especialmente para ser o grande tema do personagem central do longa-metragem, Bete Balanço, interpretado pela atriz Débora Bloch.

Menino do Rio

Com o nome inspirado na composição Menino do Rio de Caetano Veloso e mais conhecida pelo grande público na voz da cantora Baby do Brasil, o filme Menino do Rio apresenta o cotidiano de um jovem surfista em meio as suas aventuras e desventuras na Cidade Maravilhosa.

A produção é de 1981 e durante o tempo em que esteve em cartaz nos cinemas foi bastante concorrido.

Garota Dourada

O filme Garota Dourada também teve seu nome inspirado numa canção de sucesso da década de 80, a música Garota Dourada, fruto da parceria entre os compositores Wander Taffo, Lee Marcucci e Nelson Motta e gravada pela banda de pop-rock Rádio Táxi. Tanto Menino do Rio quanto Garota Dourada levam a mesma assinatura de direção, a do diretor Antônio Calmon, e como se trata de uma espécie de sequência fílmica, as produções possuem no elenco alguns dos mesmos atores.