Na data de hoje, 5 de setembro, completa-se exatos 25 anos da estreia nos Estados Unidos no canal Fox Kids ‘’#Batman: The Animated Series’’. A animação trazia os atores: Kevin Conroy (Batman); Mark Hamill (Coringa); John Glover (Charada) entre outros.

Embora não seja conhecido no Brasil, o ator Kevin Conroy reina até hoje como a voz do Cavaleiro das Trevas. Além do sucesso de Conroy, a animação ainda fez com que Mark Hamill fosse conhecido por outro papel icônico. Além de interpretar o Luke Skywalker da saga Star Wars, ele ficou conhecido como a voz do Coringa [VIDEO]. Um fato curioso é que quem iria fazer a voz do pior inimigo do Batman seria o ator Tim Curry, que não pode pegar o papel por causa de uma bronquite.

John Glover é outro caso de ator pouco conhecido no Brasil. Por aqui, ele ficou conhecido pela sua participação na série ‘‘Smallville’’ em que interpretava o pai do diabo – que atendia pelo nome de Lex Luthor.

Kevin Conroy conta que teve a ideia de fazer com que a voz de Bruce Wayne fosse diferente da voz do Batman. Nos primeiros episódios, ele fez com que a voz de Bruce Wayne soasse como uma espécie de playboy fanfarrão. Porém, apesar das boas intenções do ator, esta ideia não deu muito certo por destoar de toda a concepção dark da animação.

Conroy conta que quando o autor da série, Bruce Timm, perguntou-lhe o que sabia sobre o Batman, imediatamente veio a sua memória a clássica série com Adam West, ao que Timm apressadamente tratou de dizer que o que seria feito não teria nada a ver com a série televisiva dos anos 1960.

Os melhores vídeos do dia

A intenção do escritor e animador de ‘‘Batman: The Animated Series’’ era que o herói tivesse ares de um personagem trágico saído de alguma peça de Shakespeare como ‘’Hamlet’’ ou ‘‘Rei Lear’’.

Mas, de qualquer maneira, a série de 1966 acabou influenciando a animação de 1992, pois o ator Loren Lester (Robin) acabou buscando inspiração em Burt Ward, o Robin da série televisiva.

A série durou de 1992 até 1995 e foi ganhadora de quatro prêmios Emmy, além de dar ao mundo a personagem Harley Quinn - um trocadilho com o nome harlequin que quer dizer arlequina. A personagem logo se transformou em uma das mais queridas do público e migrou para as histórias em quadrinhos.

No Brasil, a série ganhou o nome de ‘‘Batman: A Série Animada’’ ou ‘’O Novo Batman’’ e quem dublou Batman/Bruce Wayne foi o ícone da dublagem no Brasil Márcio Seixas, que em entrevista ao programa ‘’The Noite’’, de Danilo Gentili, no SBT, contou que inicialmente não seria ele a fazer a voz do super-herói da DC Comics.

A animação inspirada em outra animação clássica: ‘’Superman’’ da empresa Fleischer Studios e também nos filmes de Tim Burton fez sobre Batman. Depois desta série do Homem Morcego, várias outras animações foram produzidas pela Warner com esse estilo, talvez a mais bem-sucedida tenha sido as duas temporadas da animação da Liga da Justiça. Mas esta é outra história a ser contada. #kevinconroy