Mal acabou o Rock in Rio [VIDEO] e os fãs dos grandes festivais já podem começar a se preparar para mais um grande evento, o Lollapalooza Brasil. O festival de música acontecerá novamente na cidade de São Paulo, no Autódromo de Interlagos, nos dias 23, 24 e 25 de março de 2018. As atrações musicais foram divulgadas pelos organizadores na última quarta-feira (28). Os destaques ficam para as bandas de rock americanas Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers e The Killers.

Confira, a seguir, a lista de todas as atrações confirmadas:

Alan Walker; Alison Wonderland; Alok; Anderson .paak & The Free Nationals; Braza; Cat Dealers; Chance The Rapper; Cheat Codes; David Byrne; Deorro; Devochka; Dillon Francis; DJ Snake; Dvbbs; Ego Kill Talent; Francisco, El Hombre; Ftampa; Galantis; Gustavo Mota; Hardwell; Imagine Dragons; Jesuton; Jetlag; Jørd; Kaleo; Khalid; Kygo; Kyle Watson; Lana Del Rey; LCD Soundsystem; Liam Gallagher; Liniker E Os Caramelows; Louis The Child; Luneta Mágica; Mac Demarco; Mac Miller; Mahmundi; Mallu Magalhães; Mano Brown; Metronomy; Milky Chance; Nem Liminha Ouviu; Nghtmre; O Terno; Oh Wonder; Pearl Jam; Plutão Já Foi Planeta; red hot chili peppers; Rincon Sapiência; Royal Blood; Selvagens À Procura De Lei; Sevenn; Shiba San; Sofi Tukker; Spoon; Tagore; Tash Sultana; The Killers; The National; The Neighbourhood; Thomas Jack; Tiê; Tropkillaz; Tyler, The Creator; Vanguart; Ventre; Volbeat; What So Not; Whethan; Wiz Khalifa; Yellow Claw e Zara Larsson.

O dia em que cada banda ou cantor irá se apresentar ainda não foi divulgado.

Como começou o festival

O Lollapalooza foi criado no ano de 1991 por Perry Farrell [VIDEO], vocalista da banda Jane's Addiction. Além do Brasil, o festival é itinerante e acontece em vários países do mundo, como Estados Unidos, Chile, Argentina, Alemanha e França.

Os criadores do festival querem proporcionar, além da música como algo especial para a vida, vários estilos de música (pop, rock, rap, música eletrônica e MPB), vários ambientes, área pra descanso, brinquedos, entre outros espaços. De acordo com Farrell, toda a estrutura foi pensada para criar uma experiência única de "um estilo de vida alternativo".

A última edição no Brasil, em 2017, teve um público recorde. Foram mais de 190 mil espectadores, dois dias de shows e mais de sessenta horas de música.

Os melhores vídeos do dia

Segundo os organizadores, em 2018, o festival deverá ser ainda maior, e a expectativa é atrair um público que quebre o recorde da última edição.