Lucas Donato, que atende pelo nome artístico Lucas Adon, está lançando o terceiro single de seu próximo disco. “Tem, mas tá em falta” sai em todas as plataformas digitais no dia 06 de outubro e em formato acústico pela websérie TAG TV. A ideia é que cada uma das faixas do próximo trabalho seja um single e tenha estreia sempre audiovisual. A nova canção é cortante e traz linhas de cielo dialogando com a dor de uma perda paradoxal à paz da libertação.

“Se não fosse você” (com vídeo gravado em uma gôndola em Veneza), “Desencadeou” (com clipe oficial em prol da luta antimanicomial) e a nova “Tem, mas tá em falta” estarão na parte 1 do próximo álbum, intitulada “Luto”.

Serão cinco faixas que remetem às fases do luto: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Em seguida, a parte 2 do disco vai chamar “Luta” e inclui canções políticas e de cunho social.

Adon é músico e psicólogo de pessoas em situação de rua. Sentindo a necessidade de unir arte e psicologia, ele segue agora com disco sucessor de “Liberdade LTDA”, de 2015. A capa do álbum anterior traz uma foto real captada no momento em que o artista era ameaçado pela arma de um policial durante uma manifestação contra o aumento da passagem do transporte público.

Ouça!

A Música "Se não fosse você" foi o primeiro single lançado em 2017, com um vídeo gravado na gôndola de Veneza e publicado em primeira mão pelo Brasileiríssimos. A faixa de estúdio possui participações de Antônio Ornelas (acordeon) e Ricardo Herz (violino).

Os melhores vídeos do dia

Já "Desencadeou", lançado em prol da luta antimanicomial, é a segunda faixa do trabalho e tem participação da cantora santista Geo (voz), que lança este mês seu primeiro EP. Captado pelo ex-diretor da MTV e também músico Marcelo Perdido, o vídeo foi gravado num antigo hospital desabilitado - e hoje ocupado por shows e outros eventos artísticos - "Condomínio Cultural", em SP. No elenco, além da banda e do cantor, participaram integrantes do grupo musical formado por pacientes do CAPS Mauá, chamado Batucaps. Além deles, Geo, Yannick Hara, Rodrigo Alarcon (Parte), Spiga Bastos (Vó Tereza), a performer Flor Ido e outros.

Lucas Adon é uma mistura. Sua música autoral passeia pelo pop/rock e tem uma pitada de música brasileira. Os temas incluem amores vividos e idealizados, assim como questionamentos políticos e sociais. O primeiro disco foi produzido por ele em parceria com o pai, Paulo Afonso Tchê, baixista que já tocou com nomes como Angela Maria e fez parte de programas como Bambalalão, da TV Cultura. Juntos, eles passaram ainda pelo teatro infantil.