Morreu nesta terça-feira (7) o ator norte-americano Brad Harris, conhecido pelos #Filmes de aventura de baixo orçamento feitos na Europa na década de 1960, como Hércules e Sansão, conhecidos como sandálias e espada, que eram muito populares na época, inclusive no Brasil. Este gênero também é conhecido como peplum (do grego: túnica).

Com a popularização da televisão na década de 1950 e o fim do sistema de grandes contratos nos estúdios de #Hollywood, muitos atores então famosos se viram desempregados e partiram para a Europa para atuarem em filmes de baixo orçamento, mas que lhe garantiam um salário para sobreviver. Os antigos astros emprestaram popularidade para os filmes europeus e uma enxurrada de produções começou a ser feita.

Os chamados western spaghetti e os filmes sandálias e espada caíram no gosto popular.

Steve Reeves foi o mais popular ator a interpretar Hércules e Maciste nestas produções, mas muitos outros fortões também tiveram seus momentos de glória, e Brad Harris foi um deles. Nascido Bradford Jan Harris, em 16 de julho de 1933, em Idahoo (EUA), Brad Harris mudou-se para a Califórnia após ganhar uma bolsa de estudos para a Ucla (Universidade da Califórnia), onde iria jogar futebol americano pelo time da instituição, enquanto estudava economia. Mas, após machucar o joelho, o rapaz não pode mais jogar e foi aconselhado a entrar para o time de fisiculturismo da universidade.

Harris começou a frequentar a Muscle Beach, a famosa praia onde jovens malhavam o dia inteiro, de onde vieram muitos dos futuros astros do cinema sandália e espadas.

Foi lá que ele conheceu o ator Steve Reeves, que lhe indicou para trabalhos como dublê.

Ainda não tão musculoso, Brad Harris estreou no cinema como dublê de Elvis Presley [VIDEO], substituindo o rei do rock nas cenas de ação de filmes como Ama-me com Ternura (Love Me Tender, 1956), A Mulher que Eu Amo (Loving You, 1957) e Prisioneiro do Rock and Roll (Jailhouse Rock, 1957). A boa aparência do rapaz lhe garantiu também pequenos papéis como ator, sendo o seu primeiro filme Voando para o Além (The McConnell Story, 1955).

Após fazer pequenos papéis em Voltei a Ser Homem (Monkey on My Back, 1957) e Aventuras de Ferdinando (Li'l Abner, 1959), Brad Harris viajou para Roma para assistir os Jogos Olímpicos de 1960, e lá conseguiu um pequeno papel como gladiador em Spartacus (Idem, 1960). Percebendo que na Europa não existiam praticamente coordenadores de dublê e vendo o "boom" de filmes com atores musculosos interpretando heróis mitológicos, resolveu permanecer no Velho Continente, onde sua carreira deslanchou.

Ele estrelou Golias Contra o Gigante (Goliath Contro i Giganti, 1961), Sansão (Sansone, 1961) e A Fúria de Hércules (La Furia di Ercole, 1962). Nos dois últimos, seu inimigo nos filmes foi interpretado pelo cantor e compositor Serge Gainsbourg em começo de carreira.

No cinema italiano [VIDEO], Brad contracenou com Jayne Mansfield em Aconteceu em Atenas (It Happened in Athens, 1962) e também protagonizou filmes bíblicos como O Velho Testamento (Il Vecchio Testamento, 1962). Com a decadência do gênero sandália e espada passou a atuar em thrillers de ação, onde geralmente ele também era o produtor executivo, como Os 3 Super-Homens na Selva (Che Fanno i Nostri Supermen tra le Vergini della Jungla?, 1970), que misturava o Superman, James Bond e Tarzan, claro que sem pagar direitos autorais por isto.

Interpretou o Capitão Tom Holland na série de filmes de espionagem do personagem Kommissar X. Também atuou em filmes que exploravam a sensualidade, como Eva, A Vênus Selvagem (Eva, La Venere Selvaggia, 1968), que tinha no elenco a brasileira Esmeralda Barros.

Em 1967, ele se casou com a atriz tcheca Olga Schoberová, com quem atuou em três filmes. Eles tiveram uma filha, a figurinista Sabrina Calley, que fez, inclusive, as roupas de Angelina Jolie em Malévola (Maleficent , 2014). O casal se separou em 1969.

De volta à América, atuou em filmes de gladiadores estrelados por Lou Ferrigno (o Hulk), como Hércules 87 (Hercules, 1983) e Os Sete Magníficos Gladiadores (I Sette Magnifici Gladiatori, 1983). Também atuou nas séries Dallas (1984-1989) e foi o deputado Duffy na novela Falcon Crest (1988-1989).

Harris ainda era muito atuante em eventos de fisiculturismo, tendo a sua própria empresa de produtos para academias de ginástica. Era membro do Hall da Fama dos Fisiculturistas e dos dublês norte-americanos. Ele faleceu em 7 de novembro de 2017, aos 84 anos.

Trecho de A Fúria de Hércules (1961):