O cantor recifense Luiz o Visitante lançou, na quarta-feira passada (15), a parte 3 do hit "Bolsonaro, o Messias", que virou sucesso nas manifestações "Fora Dilma!" de 2015 e de 2016. A música é uma espécie de continuidade, contando cada fase vivida pelo deputado federal #Jair Bolsonaro (PSC-RJ), dividido entre começo (parte 1), meio (parte 2), e final (parte 3).

Nessa parte, o rapper deixa claro acreditar na vitória do deputado, mas que terá dificuldades para governar devido o pouco apoio dentro do Congresso. A canção também faz criticas diretas ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que, segundo o rapper, planeja tentar barrar a candidatura de Bolsonaro.

Como era de se esperar, em sua letra, o rapper mostra sua devoção ao bolsonarismo e afirma não ser pago para fazer as canções em homenagem a ele. Luiz foi o primeiro MC a declarar-se de direita no país, lançado seu primeiro rap de direita em 2014. Hoje é um dos principais nome do hip hop em todo Nordeste.

Ficou conhecido pela faixa ‘‘Recomeço’’, que foi uma das canções de rap mais ouvidas de 2012. No ano seguinte, lançou seu disco de estreia, também batizado de ‘‘Recomeço’’, que vendeu mais de 15 mil cópias.

Seus raps mais conhecidos na atualidade são “Bolsonaro, o Messias”, apelidado de hino da direita. e “Se Essa Rua Fosse Minha”, que aborda temas sobre o regime militar de 1964, e homenageia o ex-chefe do DOI-CODI Carlos Alberto Brilhante Ustra. Hoje, Luiz o Visitante já é conhecido por Bolsonaro e é um dos jovens mais influentes da politica regional.

Luiz o Visitante - Bolsonaro, o Messias 3

Letra de "Bolsonaro, o Messias 3":

Predestinação... E todo mal que tentaram te fazer

Não conseguiram e estão sem entender

O protegido por Deus tem a missão...

Nem ele imaginaria, mas a gente imaginou

Há quase 30 anos atrás que tudo começou

Entregando santo na garupa de uma moto

Sem dinheiro, era preto em branco a impressão da foto

Enfrentou falsas acusações nas costas

Apenas por ser contra o kit-gay nas escolas

Eleitores são milhões, saiu da casa dos mil

Considerado o deputado mais honesto do Brasil

Bolsonaro é clara-em-neve, quando mais bate ele cresce

Recepção lotada mais que o show da Ivete

Bolsonaro virou música, jogos, soa hilário

Mas agora também é tema de festa de aniversário

Com a popularidade, #FHC desesperado

Não respeita o eleitorado, quer barrar o Bolsonaro

Ser eleito é só o começo, o f*da é quando ganhar

Pois eles tentaram o impedir de governar #Ustra