“A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição” - Aristóteles.

Froid é um músico/compositor da atual cena do rap [VIDEO] nacional. Nasceu em Brasília (DF) e ficou conhecido por suas letras revolucionárias e por achar a terra plana. Começou sua carreira com o grupo fundado por ele e Sampa, Dj Disstinto e o Yank (2013), chamado Um Barril de Rap.

Em 2012, foi gravado o primeiro som em estúdio. Froid, também faz a produção dos beats, além de ser MC. Sua maior influência como artista é Tyler The Creator, Chico Buarque e O Rappa. Com dois álbuns lançados e milhões de views, o grupo UBR acabou em fevereiro de 2017, com a saída do Yank.

Cada integrante seguiu suas respectivas carreiras, e o cantor [VIDEO] acabou assinando com a gravadora Novo Egito do grupo 3030.

Já em carreira solo Froid alçava voos altos. Seguem algumas de suas mais brilhantes frases:

1) Lamentável, pt.III (part. Cynthia Luz): "E na real que eu vou montar a minha própria grife pra nunca mais fazer dinheiro pra esses cara rico po***. Eu era hippie, hoje eu sou o hip hop livre, abandonei a hipnose porque eu preciso libertar e não criar novos fantoches. O meu nome não é Jhonny, muito menos Freud, me conhece há seis meses, canto há anos não fo***, ó."

2) Fran's Café: “Meu sonho é um cabelo grisalho, meu próprio espaço, você do meu lado, a gente tomando banho de piscina pelado, um pé de planta no quarto legalizado pelo estado, mundo avançado, um par de lunetas pra vermos planetas do teto do quarto, pisando no chão do telhado olhando gramado.

As crianças no colo vamos pro Chile de carro, bota as crianças no carro pega o CD do Caetano. Vamos levar essas crianças pro mato antes que pronuncie que o mato acabou. Fato, preferem caixões do que árvore eu penso um bocado em ti, vamos fugir daqui rápido (rápido).”

3) No mundo da Lua/ Abraços: “Camisa de força não cala minha boca. Na terra da crocodilagem, onde preto e ladrão, ouve que visão, muita intuição sei que meu valor não tem distinção de cor astral. O amor está além do visual.

Esse sangue que me ofende, essa vertente não é surpreendente, mas pouco a gente entende, pouco a gente entende, ofensa do próprio parente. Juro é complicado feito abulo, porque eu vivo no mundo da lua, dia inteirinho na rua. Se é da rua, então come rua.”

4) Pseudosocial: “Vocês são a podridão. Estão precisando me ouvir, apoiaram a escravidão, elegeram Sarcozy, fizeram a religião, muros com caco de vidro e o meu mano tá doidão com a sua pílula de ecstasy.”

5) A pior música do ano: “Tem uma pá que sai do gueto, vem ver onde eu morando de manha.

Uma tia preta passeia com um bebê branco. Da onde eu vim, a tia veio e só ela me dá bom dia. Aqui no prédio eu sou o único de dia, a noite tem o porteiro.”

Em 22 de dezembro de 2017, Froid lançou seu disco solo junto a gravadora Novo Egito.

O Pior Disco do Ano - Músicas:

1- Cê Sabe Quem - 4:13

2 - Fran's Café - 4:23

3 - Sk8 do Matheus - 4:20

4 - Cortina de Fumaça - 4:38

5 - Vida Loka, Pt. - 33:54

6 - Lamentável, Pt. III - 3:31

7 - Déjà-Vu (feat. Makalister) - 4:29

8 - Negro É Fod@ - 3:34

9 - Original Rudeboy - 2:58

10 - Debate Sobre a Erva - 2:53

11 - Debate Sobre a Indústria - 3:13

12 - Chuva - 3:59