2

MachuPicchu é uma das maravilhas do mundo! Já de início é possível dizer: sim! Vale a pena fazer a trip!

Esta é a conclusão que se chega assim que você bota os pés na cidadela perdida dos Incas! No topo de uma montanha íngreme de 2.430 metros de altitude, a cidade toda construída em pedra, algumas tão grandes que você fica tentando imaginar como que um povo do século XV conseguiu tamanha façanha sem a tecnologia e maquinário que temos hoje? E, sim! Eles conseguiram! E, sim! O povo inca tinha muita tecnologia, tanto que suas construções estão lá de pé até hoje, muito bem conservadas, mesmo se localizando numa região de sismos frequentes. Os Incas dominavam a agricultura, a astronomia, o calendário, os recursos hídricos, construíram edificações fortes e resistentes, seu império abrangeu grande parte dos andes e do deserto peruano, assim como parte do Chile e Bolívia, além de ter em sua cosmovisão uma cultura e uma religiosidade muito característica que fascina a primeira vista.

Viva a Pachamama!

A visita a Machu Picchu e ao Vale Sagrado dos Incas é uma Viagem antropológica, onde se pode experienciar um pouco de como se vivia na época, no topo das Cordilheira dos Andes! Das montanhas tudo tiravam, inclusive o sal! E como se diz por lá, "toque nas pedras de Machu Picchu", pois elas tem muita energia! É um lugar maravilhoso, com uma vibe incrível, daquelas que dá arrepios e faz sentir muita gratidão!

Chegando a Machu Picchu, a viagem é longa

A viagem até Machu Picchu não é nada rápida, e muito menos barata. Contudo vale a pena cada minuto e cada centavo investidos nesta aventura! Até chegar lá, possivelmente você irá andar de avião, de carro, de ônibus, de trem e de van. Vai gastar muita sola de sapato também!

A cidade de Cusco é o ponto de partida.

Você pode ir até lá de linha aérea ou terrestre. De avião, Cusco fica um pouco mais que uma hora da capital do Peru, Lima. Vale uns dois ou três dias em Cusco, que além de possibilitar a aclimatação para a altitude, perambular pelo seu centro histórico é outra #viagem no tempo, os traços da colonização espanhola sobre o "umbigo do mundo" Inca estão estampados em grande parte das construções.

De Cusco você vai um trecho de cerca duas horas de ônibus pelo Vale Sagrado até Ollantaytambo (no verão que é a época de chuvas não é possível ir de trem de Cusco à Ollantaytambo), cuja estação para pegar mais duas horas de trem é o único caminho a Machu Picchu Pueblo, cidadezinha também conhecida como Aguas Calientes que fica no pé da montanha Machu Picchu.

O amanhecer do dia é um horário muito bom para chegar no sítio arqueológico de Macchu Picchu. Bem cedo da manhã, das 6h30 as 8h30, tem menos turistas, os raios de sol que iluminam a cidadela e a montanha Wayna Picchu, as núvens que sobem e passam, tudo isso torna o cenário ainda mais deslumbrante! Por isso, muitos turistas optam por pernoitar em Machu Picchu Pueblo para de lá, logo no primeiro horário, pegar mais meia hora de van que sobe a montanha.

Também é possível subir a pé, mas esta é uma aventura para os mais fortes, porque só em Machu Picchu já tem pelo menos 4h de caminhada subindo e descendo as ruínas à 2.430 metros de altitude... Os mais fortes dos fortes ainda sobem a mais íngreme ainda Wayna Picchu. E, uau!!! É só se deslumbrar!

Com tantos meios de transportes, a viagem acaba se tornando um tanto quanto salgada. O turismo é um importante ganha pão dos índios andinos peruanos. Prepare o bolso! Mas todo o esforço vale a pena, e muito!!! É uma experiência para toda a vida! Um banho de história e cultura! Contudo, se você pertencer aos fortes, pode fazer alguns trechos a pé e economizar algum dimdim (pesquise sobre subir pela hidrelétrica).

Algumas dicas para organizar sua viagem a Machu Picchu

O Uber funciona muito bem tanto em Lima quanto em Cusco, você pode se deslocar facilmente por lá. Não compre chip de celular para internet no aeroporto, é uma fortuna! Pegue o wifi gratuito do aeroporto para chamar o Uber e busque uma loja em outro lugar para comprar seu chip. De modo geral, a internet funciona bem no Peru. Os hotéis são simples, mas muito aconchegantes. É possível comprar os passeios lá em Cusco mesmo, tem muitas agências de viagens em tudo que é canto, mas você pode economizar um pouquinho comprando com antecedência pela internet, como o ticket para entrar em Machu Picchu, reservar hotéis e a passagem de trem. Tome um drink de pisco sour, uma cerveja Cusquenha, coma um cechive e um lomo saltado! Tome muito chá de coca e masque folhas de coca que ajuda na aclimatação. As artesanias em Lima são mais baratas que em Cusco e em Machu Picchu Pueblo, las tiendas são de deixar qualquer um louco de tanta coisa linda de regalos para trazer! Aproveite sua estada em #Cusco e faça um passeio pelo Vale Sagrado dos Incas, vá aos parques arqueológicos de Pisac, Chinchero, Ollantaytambo, Salineras de Maras e Moray.

As ruínas incas estão por toda a parte do Vale Sagrado! É tudo muito lindo! Que desfrute!

Conheça mais sobre o Peru [VIDEO] e sobre sua história [VIDEO].