Sendo conhecida como uma das cantoras mais versáteis do Brasil - por conta do grande número de gêneros explorados ao longo de sua carreira -, Wanessa Camargo está de volta aos holofotes. Nesta sexta-feira (27), a cantora liberou o esperado videoclipe de seu novo single, "Mulher Gato".

Com letra construída inteiramente no duplo sentido, a faixa é uma típica música pop. Ritmo animados e frases grudentas, "Mulher Gato" causou polêmica entre os ouvintes conservadores por conta da imagem "fatal" e "adulta" que a cantora passou na construção visual da videoclipe.

"Me faz miar", "Me joga pra cima que eu caio de quatro" e "Leitinho quente quer tomar" são algumas das frases - além dos gemidos - que mais geraram críticas negativas para a cantora, que conseguiu responder adequadamente cada um dos ataques. Segundo Wanessa, os comentários são machistas e é importante para ela (e suas ouvintes) também pode falar sobre sexo e assuntos mais sensuais em suas faixas. "É importante pra mim, como mulher, falar também sobre isso. Nós também podemos ser sexuais, ou não ser.

Mas é o nosso direito e a nossa liberdade ser ou não ser", escreveu.

Pouco tempo depois de lançado, o vídeo ganhou destaque no YouTube, sendo um dos mais vistos do dia no Brasil. Até o momento da redação deste texto, a produção ocupava a segunda posição dos vídeos "em alta" do País. Assista:

"Mulher Gato" está presente em todas as plataformas de streaming. Wanessa revelou, em suas redes sociais, estar bastante satisfeita com a faixa e a atenção que está recebendo.

Brincando nas redes sociais

Depois de anunciar um trecho da letra da música, no meio da semana, a cantora passou a "provocar" seus fãs com publicações de frases aleatórias em suas redes sociais. Confirmando os rumores, todas as sentenças publicadas por Wanessa realmente fazem parte da música.

Além disso, a cantora mostrou ter bastante bom humor e carisma ao interagir com os melhores memes que as redes sociais estão gerando sobre a temática de sua nova fase.

Retorno ao mundo pop e apoio da comunidade LGBT

No meio de 2016, a filha de Zezé Di Camargo resolveu abandonar a música pop e começar a produzir material numa pegada mais sertanejo, seguindo a tendência de grande nomes femininos do gênero, como Marília Mendonça. Segundo uma entrevista concedida pela cantora na época da troca de gênero, ela estava muito confortável no pop e não havia mais o frio na barriga que torna o trabalho um desafio.

Quando acusada de "sem personalidade" por seguir modinhas, a cantora rebateu afirmando que sabe a sua verdade.

Aparentemente a cantora não se destacou como gostaria no sertanejo, então resolveu voltar ao pop. De volta ao novo gênero, a cantora ganhou o apoio da comunidade LGBT - que está fortemente presente nas redes sociais da cantora.

Não perca a nossa página no Facebook!