O baixista canadense Geddy Lee, frontman do Rush durante mais de 40 anos, confirmou o final da formação original da banda em programa de rádio do jornalista Eddie Trunk, nesta terça-feira, 18 de dezembro.

Segundo Lee, o baterista da banda, Neil Peart, sequer toca o instrumento há mais de dois anos, desde que o grupo finalizou a última turnê.

"O Alex [Lifeson, guitarrista] e eu estamos bem com isso. Após 41 anos acreditamos que chegou a hora de encarar que aquele período se foi e que não temos planos nem de gravar nem de tocar ao vivo novamente", disse durante entrevista para a rádio.

O músico falou que não há desavenças entre os integrantes do trio, tanto que se encontram regularmente.

"Nós fomos visitar o Neil [Peart] recentemente e gostamos muito de estarmos uns com os outros. Ele me visita bastante, principalmente porque adora minha vinícola caseira", brincou Lee.

Novo Rush?

Recentemente, Lee concentrou grande parte de seu tempo em escrever o livro Big Beautiful Book Of Bass. Agora ele diz estar começando a pensar em criar novas músicas. "Há mais Música para vir de mim e de Alex?", disse.

"Eu não sei quando e qual a forma que vai tomar. Eu não sei se Alex e eu vamos fazer alguma coisa juntos. As pessoas me perguntam e querem que eu seja definitivo, e eu não posso, porque eu realmente não pensei nisso até agora”.

Em uma entrevista com Ryan Reed, da revista Rolling Stone, em outubro, Lee indicou que criar música com Lifeson usando um nome diferente do Rush era uma possibilidade. "Eu diria que não há chance de ver Rush em turnê novamente como Alex, Geddy, Neil", disse ele. “Mas você veria um de nós dois ou três de nós? Isso é possível".

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Música

Documentário

No documentário de 2016 sobre a banda, Time Stand Still, um dos pontos que mais chamou a atenção dos fãs foi a complicação física do baterista devido às sucessivas turnês. Os incômodos chegaram a fazer com que ele tivesse dificuldade até para andar, por inflamação nos pés.

Neil Peart é considerado por críticos e revistas especializadas o mais técnico baterista de todos os tempos no pop e rock.

Durante os 41 de atividade na bateria do Rush ele enfrentou um trauma profundo, quando em 1997, após a turnê Test for Echo da banda sua única filha faleceu em um acidente de carro.

Dez meses depois, Peart perdeu a mulher, vítima de câncer. A banda entrou em um hiato de dois anos, Peart ficou isolado e passou um ano viajando de motocicleta como forma de enfrentar o luto. Nas turnês seguintes ele sempre que podia se deslocava fazendo viagens de moto entre um show e o seguinte.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo