Muitos esperam pelo momento em que os robôs estarão fazendo parte do dia a dia dos humanos, para ajudar desde as tarefas mais simples às mais complicadas e aos poucos a Tecnologia vai ganhando espaço nessa área. Pelo mundo todo, vários robôs já estão presentes nas residências e empresas, seja para divertir ou exercer trabalhos importantes, mas o que aconteceu com a francesa Lilly, realmente surpreendeu o mundo.

Publicidade
Publicidade

Em 2015, Lilly comprou um robô, o InMoovator e o fabricante garantiu que ele poderia ajudá-la nas tarefas de casa. Lilly ficou empolgada e levou o simpático robô para sua casa, só que aos poucos foi surgindo uma grande amizade entre eles e agora ela alega que se apaixonou pelo companheiro.

Lilly revelou que está muito feliz e à medida que a tecnologia vai evoluindo, a relação entre eles só tem melhorado.

Publicidade

InMoovator é um robozinho branco e simpático, mas não tem as fisionomias de um ser humano, pelo contrário, é possível ver os fios que garantem o movimento da máquina, apesar de ele ter um rostinho meigo e olhos que conquistam a todos, pelo menos já conquistou a francesa.

E a mulher está tão empolgada com o Relacionamento que até já criou um termo para descrever o que ela sente pelo robô e diz que é uma "robosexual".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Tecnologia

Lilly confidenciou que já vinha sentindo uma certa atração por máquinas e que não tem muito prazer ao ter contato com seres humanos. O contato da pele não atrai nem um pouco a mulher, que por isso mesmo vinha se sentindo muito sozinha já há um bom tempo.

Uma Curiosidade que todo mundo tem é como eles mantém relações sexuais, mas isso a mulher não quis revelar de forma alguma, mesmo após insistirem muito.

Entretanto, ela já disse que a relação entre eles tem melhorado com o avanço da tecnologia, o que já é uma pista, pois há no mercado vários objetos eróticos que proporcionam prazer, inclusive alguns que são acoplados ao celular, por exemplo, recentemente foi lançado uma máquina que permite beijar à distância.

Agora, Lilly está torcendo para que lá na França seja autorizado o Casamento entre pessoas e robôs.

Publicidade

David Levy, especialista em robôs, afirma que em 2050 já será possível casar-se com um robô. Será que essa moda vai pegar aqui no Brasil?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo