A empresa Glow dedica-se a produzir tecnologias que reúnem informações sobre a saúde de um indivíduo, permitindo-lhe tomar decisões mais bem informadas. Um dos aplicativos criados pela empresa chama-se Eve e ajuda suas usuárias a controlar os dados de seus ciclos menstruais e de suas vidas sexuais.

Uma análise com os dados de seu mais de meio milhão de usuárias nos Estados Unidos permitiu chegar a conclusões interessantes sobre a rotina sexual delas.

Uma dessas conclusões foi quanto à vida sexual das mulheres dos diferentes signos.

Dentre os doze signos do Zodíaco, Aquário encabeçou a lista das mulheres que mais fazem sexo, seguido por Virgem e Touro. Em quarto lugar, veio Libra, em quinto, Peixes, em sexto lugar, Sagitário. As sétimas colocadas foram as geminianas, seguidas em oitavo lugar pelas capricornianas e em nono pelas mulheres de Escorpião, geralmente considerado o signo mais caliente do Zodíaco.

Nas três últimas posições ficaram leoninas, cancerianas e arianas, nesta ordem.

Para quem não se lembra, de 20 de janeiro a 18 de fevereiro, é Aquário. Os indivíduos que nascem de 19 de fevereiro a 20 março são piscianos (ou seja, de Peixes). De 21 de março a 19 de abril, Áries. De 20 de abril a 20 de maio, Touro. Gêmeos é de 21 de maio a 20 de junho. As cancerianas são as nascidas de 21 de junho a 22 de julho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Horóscopo

As leoninas nascem de 23 de julho a 22 de agosto. De 23 de agosto a 22 de setembro, nascem as virginianas.

De 23 de setembro a 22 de outubro, o signo é Libra. De 23 de outubro a 21 de novembro, o signo é Escorpião, de 22 de novembro a 21 de dezembro, o signo é Sagitário, e, fechando o ano, de 22 de dezembro a 19 de janeiro, nascem as capricornianas.

Bom, é isso. Será que os astros influem na líbido ou na oportunidade/vontade de ter sexo?

Será que a data de nascimento influencia a vida sexual graças a algum outro mecanismo ainda desconhecido? Pilhas de dados, como os das usuárias do aplicativo Eve, prontas para serem analisadas, talvez nos ajudem a chegar a alguma conclusão um dia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo