Especialistas de todo o mundo são unânimes em dizer que quanto mais você se conhecer, menos vai sofrer de vazio existencial.

Esse estudo foi postado no site "Higher Perspectives" e segundo eles, o autoconhecimento permite que enfrentemos nossos medos e vejamos que eles não são tão assustadores depois de conhecidos. Aprendemos com nossos defeitos a equilibrar nossas emoções e acabamos por desfrutar de mais saúde física, uma vez que há uma conexão direta entre mente e corpo.

Vivências, terapias, testes lúdicos - como esse - ajudam a integrar nossas emoções com corpo e mente. Uma vez interiorizados esses conhecimentos, vamos entendendo melhor a nós mesmos e nosso papel no ciclo da vida.

Tendo isso em vista, escolha uma das conchas acima (ou abaixo) e veja o que ela diz sobre você:

Concha 1

Essa concha é bastante diferente em sua parte externa e interna. Seu exterior é áspero em contraste com seu interior macio.

Se essa foi sua escolhida, é muito provável que atualmente você se encontre mais forte, já que passou por tempestades, provações e resistiu a elas. Dotado de muita sensibilidade, a proximidade com pessoas negativas o incomoda profundamente, sua sensibilidade acaba por carregar, como uma esponja, essa negatividade e você se sente cansado.

Precisa passar algum tempo sozinho para se refazer, depois fica pronto para se doar novamente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

Sua sabedoria provém da observação e da experiência obtida com as tempestades da vida, as quais você resistiu bem (ainda que carregue as marcas dela).

Reserve tempo para estar consigo mesmo.

Concha 2

Ao contrário da concha de número 1, essa concha é mais suave por fora do que por dentro. A impressão que se tem ao olhar pra ela é que, assim como o sol, irradia luz. Você, da mesma forma que essa concha, tem servido de luz para muitas pessoas e por vezes acaba se magoando quando não recebe esse mesmo carinho de volta.

É preciso que você aprenda a dizer “não”. Isso não quer dizer que vá parar de irradiar sua luz, mas vai fazer com que você equilibre o tempo entre desfrutar sua luz e doá-la. Equilíbrio é sempre a chave para tudo na vida.

Você tem mania de perfeição, portanto, policie-se para não se cobrar tanto. Você já é bom o suficiente, mas se continuar tentando atingir a perfeição vai se decepcionar porque a perfeição é inalcançável. Permita-se errar. Divirta-se com seus erros. Viva o presente. Deixe de ser ansioso com relação ao que o futuro lhe reserva.

Concha 3

Mais lisa por fora do que as outras duas, essa concha possui um serrilhado em seu interior para proteção. É quase como se ela advertisse: “Não entre. Respeite meu espaço ou posso te machucar.”

Você é apegado e, por ter escolhido essa concha, vê-se que é hora de você deixar ir o que não lhe serve mais. Assuma o controle da sua vida selecionando o que deve ficar nela e o que já não serve mais.

A vida é cíclica, portanto, recicle-se. Talvez você precise se libertar de convenções sociais que teve que seguir a vida toda. Talvez você precise deixar ir o passado, perdoar e seguir em frente. Isso serve também para a pessoa amada. Não há problemas em continuar amando-a, mas deixe-a ir. Acolha novos amores.

E então?

Qual concha você escolheu? Ela teve a ver com seu momento? Por favor, conte-nos sua experiência nos comentários abaixo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo