Maria Eliane Félix dos Santos, 45 anos, que estava desaparecida desde a manhã de quarta-feira (11), no Rio de Janeiro, foi encontrada. Às vésperas do parto, Grávida de nove meses, seu sumiço causou grande preocupação na família, vizinhos, parentes e marido. Ela havia saído para ir a uma farmácia e não mais voltou.

Os agentes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) relatam que a mulher foi encontrada por um taxista na Vila Kennedy, favela em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Ela estava em estado de choque e foi levada pelo taxista até em casa.

Posteriormente, foi conduzida até o Hospital Municipal Rocha Faria.

O mais surpreendente da história vem agora: no hospital, a mulher passou por exames que constataram que ela nunca esteve grávida. O fato foi confirmado pela delegada Elen Souto, titular da delegacia. "Trata-se de uma falsa gravidez", afirmou a policial. Maria Eliane não fez um depoimento oficial, mas os agentes que a conduziram ao hospital afirmaram que ela teve um "apagão" e, quando acordou, não estava mais grávida. Ela pediu para, antes de depor, conversar com seu marido.

O casal chegou a comemorar a chegada de "Rafaela" no réveillon, mas a bebê nunca esteve na barriga da mãe (foto).

A principal linha de investigação da polícia é uma simulação para manter um relacionamento com o marido.

A família afirmou que já tinha tudo planejado para o parto, que aconteceria em um hospital na Ilha do Governador. Mas, na quarta-feira, Maria sumiu! Saiu para comprar remédios na farmácia e nunca mais ninguém a viu.

Em nota, a Polícia Civil informou que "Maria Eliane Félix dos Santos, 45 anos, que estava desaparecida desde a noite do dia 11 de janeiro foi encontrada nesta sexta, 13, após sair de um táxi vindo da Vila Kennedy".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Maternidade

Continua a nota que os agentes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) a conduziram ao hospital Rocha Faria e que a mesma confirmou aos policiais que não estaria grávida. A informação também foi confirmada pelo hospital, que o exame de imagem, ultrassonografia, não constatou gravidez da paciente.

A Delegada irá ouvir a mulher apenas na segunda-feira (16), quando o caso poderá ser definitivamente esclarecido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo