Não é difícil percebermos que a Língua Portuguesa, aos poucos, está sendo “assassinada” pelos seus usuários. Nas Redes Sociais isso acontece com frequência. Existem erros que, devido ao pouco uso da palavra, podem ser considerados aceitáveis, todavia, existem outros que é mais difícil.

Erro ortográfico não é somente questão de saber ou não escrever a palavra correta. Muitas vezes, ele pode causar uma interpretação equivocada de quem está lendo. Por isso que, na maioria das vezes, é necessário que se tenha uma atenção redobrada na escrita para que, assim, o leitor entenda exatamente o que se quer dizer.

Outro lugar comum de se encontrar erros ortográficos é nas placas.

Quem nunca passou na rua ou entrou em um comércio e se deparou com uma placa escrita errada? Penso que todos. Às vezes, o erro é tão grotesco que acaba indo parar nas redes sociais e virando piada.

Para ilustrar um pouco do que foi dito, foram selecionadas algumas imagens que mostram como as pessoas deveriam se comportar caso seguissem exatamente o que estava escrito nos avisos.

Na primeira foto, o rapaz diz que seu nome é “Marc”, com a letra "c" no final, porém, a pessoa que escreveu entendeu que o "c" era no início, “Cark”.

A esposa dele pediu que tirasse selfie com o pau de selfie durante o dia. Ele fez como ela pediu.

A outra placa quis dizer para jogar a sujeira do cachorro no lixo, mas não foi isso que esse rapaz entendeu.

A professora pediu para os alunos se colocarem no lugar dos chineses e fazer uma redação.

Os melhores vídeos do dia

Esse aluno, então, escreveu uma carta toda em mandarim.

A mãe disse que ele estava de castigo e que não era para colocar os pés do lado de fora.

O namorado pediu uma foto dela com sutiã.

Essa mulher decidiu seguir a orientação da placa.

A moça quis pedir para os que entendem de edição de imagens retirar o pé do irmão.

"Bonés masculinos".

Pedestres do lado esquerdo, ciclistas do lado direito.

Colocar no forno a 120 graus.

"Na hora de amamentar, favor cobrir-se".

"Indiano escrevendo".

"Bastante picles, por favor".

"Proibido bicicletas, skates...".