Não é de hoje o fascínio das pessoas acerca da construção de alguns dos monumentos mais antigos e surpreendentes do Mundo: as pirâmides do Egito.

De estrutura complexa, constituída de cerca de dois milhões de blocos de pedra, alguns pesando mais de 50 toneladas, a Grande Pirâmide de Gizé ainda é um mistério para arquitetos e historiadores; como os blocos foram transportados e colocados de forma tão precisa, sobretudo os blocos que se localizam na parte superior da construção, sem qualquer tipo de guindaste ou tecnologia moderna?

Publicidade
Publicidade

Porém, o modo como foi realizada a cosntrução da Grande Pirâmide de Gizé não é o único fato surpreendente sobre ela; cientistas descobriram que ela está perfeitamente alinhada com o centro da Terra!

A pirâmide alinha-se com o Norte verdadeiro da Terra com uma margem insignificante de erro, algo que pode ter ocorrido devido à leves mudanças no eixo rotacional do planeta, pois o eixo da Terra é instável e move-se como em um peão; estima-se que na época de sua construção, a pirâmide encontrava-se perfeitamente alinhada com o Pólo Norte.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Mundo

Para a arqueóloga e egiptóloga Kate Spence, da divisão de arqueologia da Universidade de Cambridge, os egípcios antigos basearam o alinhamento em duas estrelas - Kochab, na constelação da Ursa Menor, e Mizar, na constelação da Ursa Menor - que estariam alinhadas ao Pólo Norte em 2467 a.C, época aproximada da construção da Grande Pirâmide de Gizé e das outras pirâmides do Vale de Gizé. Kate diz que os egípcios tinham muito interesse no Céu e nas estrelas, sobretudo nas estrelas do Círculo Polar, chamadas por eles de ''As Indestrutíveis'', que associavam à vida após a morte e a Eternidade.

Publicidade

O faraó, após sua morte, unia-se as estrelas do Círculo Polar, e por isso as pirâmides seriam alinhadas com estas estrelas.

Em 1877, o escritor Dr. Joseph Seiss descobriu outro detalhe intrigante sobre a pirâmide: ela estava localizada exatamente na intersecção exata das linhas mais longas de latitude e longitude do planeta Terra, dividindo a massa da Terra em quadrantes iguais, e afirmou que este fato demonstrava ''um conhecimento sem falhas da estrutura do Universo'', pois, para posicionar a pirâmide em tal ponto exato da Terra, seus construtores teriam que conhecer a forma e o peso exatos da Terra, bem como a distância exata de nosso planeta até o Sol, a duração do ano solar e outros fatos cósmicos e matemáticos.

Outros fatos curiosos sobre a Grande Pirâmide de Gizé: ela foi construída para brilhar, como um estrela; seus blocos eram de calcário polido, capaz de refletir luz intensamente, fazendo-a brilhar como uma estrela na Terra. Os antigos egípcios a chamavam de Ikhet (luz gloriosa).

Publicidade

O peso da pirâmide é estimado em cerca de 5.955.000 toneladas, o que multiplicado por 10 elevado a oitava potência dá algo semelhante a massa total da Terra. Também localiza-se em um ponto magnético da Terra de grande atividade, denominado Vórtex.

Todas estas informações nos levam ao questionamento: quem construiu, de fato, as pirâmides do Egito, e como isso foi feito? Teriam os egípcios conhecimentos científicos muito à frente de seu tempo?

Estes questionamentos geram ainda muitas teorias, algumas fundamentadas na ufologia, outras, buscam bases científicas que explicariam a evolução exponencial da civilização egípcia em seu tempo.

Publicidade

O fato é que as pirâmides egípcias seguem cercadas de mistérios.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo