O Instagram é uma rede social na qual compartilham-se milhares de fotos, sobre diversos assuntos, todos os dias. Logicamente, as atenções se voltaram para a mesma, gerando mais acessos, tornando o ganho de seguidores uma consequência de ótimas fotos compartilhadas.

Atualmente, pessoas de todas as idades, classes sociais e gêneros possuem o aplicativo, que está entre os mais baixados na Play Store e AppStore. Os usuários buscam não só interação através de imagens, mas também e autopromoção e visibilidade através de seus compartilhamentos

Comprado em 2012 pelo jovem empresário Mark Zuckerberg, que na época desembolsou aproximadamente US$ 1 bilhão, hoje a rede social Instagram vale 40 vezes mais e conta com 1,65 bilhão de usuários em todo planeta.

O sonho de quase todas as pessoas que utilizam o App é se popularizar através de fotos e vídeos, mas não tem sido tarefa fácil. Muitos ainda se perguntam como uma pessoa que não está nas mídias comuns (televisão, rádio) consegue tantos seguidores, curtidas, e, com isso, pequenas parcerias e presentes em troca de divulgação.

A verdade é que muitos se espelham em blogueiras renomadas nas redes sociais como Gabriela Pugliesi, Dupla Carioca, e outras, tentando descobrir seus segredos.

Existem dicas valiosas para impulsionar um perfil no Instagram, atualizar o perfil [VIDEO]em horários de pico de navegação no App por exemplo (horário de almoço e saída do trabalho). Entretanto, isso é muito pouco para causar um aumento significativo e atrair atenções de possíveis seguidores.

Uma nova técnica vem despertando a ambição de "Bloggers" e digital influencers pelo país.

Os melhores vídeos do dia

A nova forma de "marketing" consiste em seguir muitas pessoas e esperar que elas sigam de volta. Porém, não é tão simples quanto parece. O usuário precisa tornar seu perfil privado e entrar numa conta que tenha muitos seguidores do seu segmento. Por exemplo, se você fala de Moda, entre num perfil de uma modelo famosa, uma marca muito conhecida ou um perfil de uma blogueira de moda.

A partir daí, é só começar a seguir vários seguidores de contas diversas e esperar poucos minutos para que as solicitações comecem a aparecer. Quase que automaticamente, ao ver que uma pessoa nova seguiu, o outro usuário do aplicativo, entra nesse perfil de curiosidade, e quando o encontra privado, ele solicita "Seguir".

A taxa de pessoas seguindo de volta chega a assustadores 89%, e, claro, como nada é perfeito, logo depois vem a parte chata. Após 2 ou 3 dias, os blogueiros passam a fazer o trabalho minimalista de parar de seguir aqueles muitos usuários. O trabalho inverso serve para que o perfil tenha um número volumoso de seguidores, mas siga poucos perfis de volta. Seguindo pouquíssimas pessoas, o perfil se torna atraente para mais seguidores, lojistas e a popularidade acaba sendo consequência.