2

Um fato, no mínimo curioso, voltou as atenções do mundo todo para a China, no último sábado (22). É que a gigante do setor de cafeterias, a Starbucks, fez uma promoção na filial instalada no país e acabou se dando mal. Pior: a empresa foi trollada pelos próprios consumidores.

Buscando criar uma ação sustentável, para comemorar com estilo o Dia da Terra, a empresa instituiu uma promoção para incentivar a redução do consumo de copos descartáveis. O negócio funcionava assim: quem levasse a própria xícara ganharia café de graça.

O problema é que o gênio que criou a promoção não estipulou o volume máximo que deveria ter o recipiente.

A empresa acabou tendo que dar café de graça aos litros, já que teve gente que levou até bacias para poder aproveitar o cafezinho 0800.

A quantidade de objetos inusitados que os chineses levaram à loja para armazenar café chamou a atenção na rede social Twitter e figurou na aba Moments, nesta segunda-feira (24). Internautas do mundo todo aproveitaram para comentar o assunto.

Veja a seguir o momento em que um chinês se delicia com uma bacia de café expresso:

A ação promocional recebeu tamanha adesão que se formaram verdadeiras filas. O mais curioso de tudo é ver o tipo de objeto que os chineses levaram para armazenar os cafés.

Os melhores vídeos do dia

Teve até panela e galão de água.

Ao ver as cenas surpreendentes, teve brasileiro que se sentiu representado. Ou melhor, teve gente achando que os chineses ganharam do Brasil em termos de trollagem.

Memes

Como era de se esperar, também não faltaram "memes" ironizando a situação.

Nessa hora, a criatividade da galera fala mais alto.

A atendente ficou, no mínimo, assustada, ao saber que teria que liberar café em quantidade suficiente para encher um galão daqueles utilizados para armazenar água mineral.

Este internauta deu a dica de como seria se ele fosse aproveitar a promoção lá na China.

Esta outra postou a foto de uma xícara gigante. Quantos litros será que cabe aí? Ia demorar um tempão pra encher...

Tiro saiu pela culatra

Ao que tudo indica, o tiro saiu pela culatra, já que os autores da promoção esqueceram-se de especificar a quantidade que cada cliente poderia levar de café.

Diante de tantas filas e objetos, no mínimo, bizarros, especula-se que a filial chinesa tenha sofrido prejuízos, por causa de uma ação promocional que pode ser chamada de mal feita por causa de um detalhe mínimo: um planejamento bem feito de marketing.