A infidelidade é algo que infelizmente ainda é muito comum entre alguns casais. Embora seja, por alguns, considerado algo injustificável, outros insistem em arrumar inúmeras razões que acreditam servir como justificativas para casos de infidelidade. Veja a seguir as principais justificativas encontradas por pessoas infiéis para tentar argumentar sobre suas traições:

1- "Você nunca estava presente!"

A ausência do parceiro é sempre uma das principais razões usadas ao tentar justificar a infidelidade.

Publicidade
Publicidade

Seja pelo fato do cônjuge trabalhar demais, viajar constantemente, sair sem levar o outro como acompanhante, ou até mesmo não estar presente quando o outro está passando por uma dificuldade. A ausência da outra pessoa causa um sentimento de solidão e carência, que pode levar o outro a trair, tentando suprir essas sensações.

2- "Não significou nada para mim."

Uma desculpa constante é quando o infiel tenta minimizar a situação, alegando que a traição "não foi grande coisa".

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

O traidor tenta fazer com que o traído acredite que algo tão "pequeno" não deva ser motivo para o fim da relação dos dois, que é "algo bem maior que tudo isso". Argumentos como "foi só um beijo" ou "foi apenas uma vez" também entram no pacote da tentativa de parecer que a traição foi apenas uma pequena bobagem.

3- "Você não me tratava bem o suficiente!"

Outra maneira que o infiel usa para culpar seu companheiro é convencê-lo de que ele é o vilão da história, pois era constantemente tratado de forma hostil pelo companheiro.

Publicidade

Algumas pessoas realmente nos tratam mal e não são merecedores de estar com a gente, porém devemos avaliar se responder esse tratamento com infidelidade seria a melhor opção.

4- "Você já foi infiel antes."

O parceiro já foi traído e não esqueceu. Não conseguiu perdoar o outro, mas mesmo assim insistiu em permanecer na relação e depois acabou por trair o outro, numa espécie de vingança. Ao ser questionado, justifica-se dizendo que "você foi quem errou primeiro".

Quando não perdoamos inteiramente alguém, o melhor que temos a fazer é se afastar - continuar com a pessoa para "devolver na mesma moeda" só trará mais dor e sofrimento para ambos os lados.

5- "Considero isso como algo normal."

Algumas pessoas realmente acreditam que traição não é algo grave. Essas pessoas normalmente já estão habituadas a essa situação: seja por já terem feito inúmeras vezes que hoje em dia já não sentem mais vergonha ou remorso, ou seja por terem crescido presenciando casos de traição e adquiriram uma crença que esse tipo de comportamento é plenamente aceitável.

Publicidade

Devemos considerar sempre o que o outro pensa e sente: o que pode ser normal para você pode não ser para o seu parceiro, e isso deve ser respeitado para a saúde de um Relacionamento e pela paz entre o casal. O relacionamento deve ser baseado em confiança e diálogo para solucionar as falhas, traição jamais será a melhor saída.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo